ESTADÃO PME » » notícias

| 16 de fevereiro de 2017 | 13h 54

Starbucks começa a testar a venda de sorvetes

Rede de cafeterias incluiu o Affogato, que leva café, em mais de 100 unidades nos EUA; saiba os prováveis impactos dessa mudança no setor

O Estado de S.Paulo

Starbucks já serve seu Affogato em mais de 100 lojas nos EUA

Starbucks já serve seu Affogato em mais de 100 lojas nos EUA

Em meio a este calor todo, você pensaria no Starbucks caso batesse aquela vontade de tomar um sorvete? Pelo menos nos Estados Unidos (onde no momento não faz calor), a rede de cafeterias já é uma opção.

Mais de 100 lojas da marca começaram a vender também sorvetes esta semana. As unidades escolhidas para receberem a novidade estão em Los Angeles, Boston e Washington, e o Affogato, tipo italiano de sorvete que leva café espresso sobre a bola de sorvete, é o primeiro do menu.

Nas unidades mais sofisticadas, chamadas de "Reserve", o sorvete vem também numa opção mais cara, de US$ 8.50 (cerca de R$ 25), com cobertura gelada que, entre outros ingredientes, leva sorvete de baunilha e chocolate amargo. Nas demais lojas, o Affogato custa no máximo US$ 6.40 (cerca de R$ 19.50).

Segundo reportagem da Business Insider, a aposta veio depois que uma loja da Starbucks em Seattle incluiu o Affogato no menu em junho passado e o sorvete entrou na lista dos cinco itens mais pedidos.

Para Sergio Molinari, especialista no mercado de alimentos, a inclusão do sorvete no cardápio não é assim algo tão ousado quando se trata de uma empresa do porte da Starbucks. "Convém lembrar que falamos do maior player global do setor, com mais de quinze mil lojas em aproximadamente 50 países. Ou seja, é alguém que gera tendências, movimentos, inovações como nenhuma outra rede parecida", diz Sergio.

O especialista também acredita que o Affogato, que leva café na receita, está totalmente em linha com aquilo que a rede usa como premissa para expandir suas opções para o consumidor. E, apesar de ainda não existir uma cultura do café gelado no Brasil, Sergio lembra que o gosto do consumidor, inclusive aqui, está cada vez mais plural. "A Starbucks sabe que há uma briga 'pela carteira' e 'pelo estômago" dos clientes. Se a empresa tiver apenas parte do sucesso que tem em quase tudo o que faz, provavelmente se tornará líder neste movimento mesmo que não tenha sido a primeira." 

Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui