ESTADÃO PME » » notícias

Seguro Patrimonial| 30 de julho de 2018 | 23h 17

Portfólio influencia decisão

PMEs também observam atendimento para escolher melhor fornecedor

Pedro Ramos - Especial para o Estado

Quando o assunto é seguro de patrimônio, o atendimento continua sendo valorizado por 42% das pequenas e médias empresas ouvidas na Escolha PME 2018. No entanto, com 60% das citações, produtos e serviços passaram a ser o mais importante na escolha de uma fornecedora. No desdobramento desse quesito, as PMEs avaliam especialmente a boa qualidade (mencionada por 38%) e o portfólio (por 33%).

Escolha PME 2018 - Seguro Patrimonial

Escolha PME 2018 - Seguro Patrimonial

“O nosso corretor de seguro está sempre muito perto do empresário. Precisamos estar o tempo inteiro na porta do cliente para, em cima da dificuldade dele, oferecer soluções”, afirma Marcelo Santana, gerente de Ramos Elementares da Porto Seguro, companhia que garantiu novamente a liderança, mantendo os 84 pontos no índice de satisfação.

A SulAmérica e a Mapfre não repetiram os índices obtido em 2017 e perderam a segunda e a terceira posições para, respectivamente, o Itaú (71 pontos) e o Banco do Brasil (69).

Porto Seguro se mantém na liderança

A relação de proximidade com o pequeno e médio empresário requer um atendimento especial, e é nessa estratégia que a Porto Seguro aposta para oferecer uma boa experiência. “O nível de preparação é alto para atendermos bem o cliente. Tudo em que você investe muito bem dá certo. Então, é importante se preparar bem”, diz o gerente de Ramos Elementares da Porto Seguro, Marcelo Santana. Com certa folga, a companhia voltou a liderar em satisfação (84 pontos).

Veterana no mercado, a Porto Seguro entende que a necessidade muda conforme o empreendedor. “É papel da empresa identificar os melhores produtos e serviços para cada cliente”, afirma Santana. “Nossa veia de inovação é um diferencial no mercado. Somos uma companhia que, a todo momento, está fazendo pesquisa com cliente para entendê-lo melhor.”

A seguradora também ficou em primeiro lugar no ranking de objeto de desejo, com 16% das indicações.

Entretanto, a maioria das PMEs consultadas (34%) não soube responder com que fornecedora dessa categoria gostaria de trabalhar, o que abre espaço para que as companhias divulguem suas marcas.

Itaú e BB avançam nos índices

Formatar coberturas de seguros específicas para cada nicho de empresa é uma preocupação do Itaú, segundo lugar no índice de satisfação, com 71 pontos. “Trabalhamos na simplificação das regras do produto, no atendimento ágil e desburocratizado ao regular e pagar os sinistros. Tudo isso gera um melhor atendimento e, consequentemente, entrega de valor aos nossos clientes”, diz o diretor do Itaú Unibanco, Luiz Fernando Butori.

Com 69 pontos, o Banco do Brasil aparece na terceira posição em satisfação. Desde 2011, o banco atua em parceria com a Mapfre no mercado de seguros. O Grupo Segurador Banco do Brasil e Mapfre mantém a Diretoria de Micro e Pequenas Empresas (Dimpe) para buscar a criação de estratégias de relacionamento voltadas para esse público.

“Desenvolvemos apólices para micro, pequenos e médios empresários e definimos particularidades, tanto para o MEI (Microempreendedor Individual), que tem crescido e assumiu destaque na economia, quanto para outros nichos”, explica a superintendente executiva de Produtos Massificados e Especiais do Grupo Segurador Banco do Brasil e Mapfre, Patricia Siequeroli.

Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui