ESTADÃO PME » » notícias

| 28 de novembro de 2016 | 5h 00

Franquia lança coxinha de panetone com uva passa e frutas cristalizadas

Produto vai estrear no final da semana em rede de franquias

Renato Jakitas - O Estado de S.Paulo

A coxinha, esse baluarte da culinária brasileira, de repente parece que se tornou uma espécie de campo de testes para os empresários do setor gastronômico. Da coxinha de mortadela do Ragazzo, rede de fastfood do Habib's, à versão com feijoada e carne-seca da padaria Benjamin Abrahão, em São Paulo. este Natal marcará a entrada no mercado de uma nova versão: a coxinha de panetone, lançada pela rede de franquias Coxinha Du Chef.

Coxinha de panetone da franquia Coxinha du Chef

Coxinha de panetone da franquia Coxinha du Chef

É difícil atinar sobre o resultado final desse produto, mas ele é, de fato, o que realmente sugere o título - a saber, uma camada de massa de coxinha frita recheada de uma massa de panetone com uva passa e demais frutas cristalizadas. Segundo a empresa, a massa da coxinha é doce e leva fava de baunilha, canela, cravo, noz moscada e raspas de laranja.

Segundo Renato Iarussi, o fundador da Coxinha du Chef e criador da guloseima, a ideia por trás do lançamento é a mais lógica possível: vender coxinha de panetone em uma época em que as pessoas querem comer coxinha e panetone.

Bom, o gosto não sabemos ainda. O produto vai chegar nas lojas na sexta-feira da semana que vem. Mas as fotos indicam um produto suculento e parecida com o que se esperaria de uma coxinha de panetone.

"A gente estava fazendo umas reunião pra definir uma novidades e, como era final de ano, uma pessoa falou, brincando, porque eu não fazia coxinha de panetone. Eu achei divertido, fiz e ficou bom", conta Iarussi.

A Coxinha du Chef tem hoje 39 franquias em atividade e três lojas próprias. A empresa espera abrir 25 unidades em 2017.

Oito vezes em que a coxinha tradicional foi distorcida pelo mercado e fez sucesso
Divulgação
Celebridade

Já aclamada pelo público e pela crítica, a coxinha da padaria Panetteria, na zona norte de São Paulo, ficou famosa pelo seu tamanho de 1 quilo. Como a miséria não é o forte da padaria, os empreendedores à frente do negócio lançaram junto com o quitute gigante o desafio: quem comesse o salgado em menos de dez minutos não pagaria a conta de R$ 32,90. A ação rendeu fama para o local, que aumentou as vendas não só da coxinha gigante, mas também das de tamanho tradicional.

Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui