ESTADÃO PME » » notícias

Cartão de Crédito| 30 de julho de 2018 | 23h 09

Benefícios e parcerias para o segmento

Bandeiras reformulam portfólio e agregam tecnologia com objetivo de melhorar os serviços

O Estado de S.Paulo

A sensação de que as cédulas e moedas estão se tornando algo ultrapassado é comum nas grandes cidades. Em 2017, pela primeira vez os cartões movimentaram mais recursos que o dinheiro em espécie, segundo dados da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs). Quase um terço dos pagamentos realizados no País foram feitos por meio do “dinheiro de plástico”. A notícia é boa para as bandeiras de cartão.

Escolha PME 2018 - Cartão de Crédito

Escolha PME 2018 - Cartão de Crédito

De olho na demanda das pequenas e médias empresas, as operadoras estão reformulando o portfólio de cartões, oferecendo novos benefícios e fazendo parcerias com empresas de tecnologia para melhorar o serviço – o crescimento da atuação das fintechs promete dinamizar ainda mais o mercado. Mais da metade das pequenas e médias empresas consultadas na Escolha PME 2018 aponta produtos e serviços como o mais importante critério para eleger a bandeira de cartão. Elas querem qualidade, agilidade e portfólio.

Produtos criados após consulta a empresas

Em meio a um processo de reorganização interna, a Visa obteve uma pequena melhora no índice de satisfação da Escolha PME, de 2 pontos, e assumiu o primeiro lugar entre as bandeiras de cartão, com 80. Também é indicada por 51% das PMEs consultadas como a bandeira de cartão com a qual gostariam de trabalhar.

Atualmente a meta da Visa é estimular uma cultura de inovação e colaboração com parceiros e fornecedores para criar soluções, principalmente no campo da tecnologia, em vez de desenvolver produtos internamente do início ao fim. Para as pequenas e médias, isso significa que novos serviços com foco nesse público são desenvolvidos com a ajuda de parceiros de tecnologia.

Um bom exemplo é o Visa Checkout, criado para aumentar as vendas em lojas virtuais. A ferramenta permite que o cliente faça compras em vários sites com um só login, sem ter de informar seus dados de cadastro várias vezes.

“Começamos a trabalhar de forma colaborativa e participativa”, conta o vice presidente de Produtos e Inovação da Visa, Percival Jatobá. A empresa investiu na construção de centros para servir de laboratório para essas parcerias. “Esses centros têm a missão de justamente acolher, abraçar essas discussões, que são abertas, transparentes, no sentido de endereçar soluções quando temos problemas.”

Outra frente em que a empresa investe para conquistar as PMEs é a área de promoções. Segundo Jatobá, no passado os benefícios para contas empresariais simplesmente simulavam o que era ofertado para as pessoas física, sem que houvesse preocupação com necessidades específicas do empresário. A tendência agora, segundo ele, é oferecer mais serviços e promoções focadas nesse público.

Vantagens de gestão empresarial

A Mastercard, segunda em satisfação e em objeto de desejo, quer reduzir a “gestão compartilhada” – quando o empresário utiliza seu cartão de pessoa física no negócio. Para isso, busca reforçar as vantagens do cartão empresarial com ferramentas de gestão.

“O principal concorrente do cartão empresarial ainda é o dinheiro. Esse é o mercado que a Mastercard quer conquistar”, diz Sarah Buchwitz, vice presidente de Marketing e Comunicação da empresa no Brasil.

Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui