ESTADÃO PME » » notícias

Franquia| 12 de março de 2013 | 6h 30

Franquia da Escola do Rock inaugura unidade no Brasil

Rede de escolas que inspirou filme opera no sistema de franquias

ESTADÃO PME

Divulgação
Divulgação
Show dos alunos da School of Rock no Red Rocks

A School of Rock não tem nada de tradicional. O foco da escola de música não está em uma base teórica, mas em ensinar o aluno a tocar com uma banda dentro dos seus programas de performance. Tanta diferenciação serviu de inspiração para o filme de mesmo nome, estrelado por Jack Black, lançado em 2003. E a rede desembarca no Brasil com sua primeira franquia em São Caetano do Sul, na região do ABC.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::
:: Twitter ::
:: Facebook ::
:: Google + ::

A ideia de trazer o modelo de negócio para o País foi de quatro sócios, todos unidos pela música. Ricardo Fernandes é professor de música e diretor musical da unidade. Os outros sócios, o dentista Ricardo Muniz e os engenheiros Andre Munari e Marcelo Federici, também são músicos, mas seguem com suas profissões no dia a dia.

"As escolas de música são sempre tradicionais. A School of Rock é diferente", destaca Fernandes. Não que a escola não tenha aulas individuais para aperfeiçoamento, mas o foco é tocar com banda. A School of Rock no ABC começou a operar em novembro e já tem 50 alunos. A inauguração oficial será no dia 23 de março com apresentações de músicas variadas, de The Beatles a AC/DC.

Mas as demais apresentações, que ocorrem a cada três meses, serão temáticas. Os chamados shows de temporada são organizados pela escola, com aluguel de um espaço adequado, material de divulgação e estrutura do som. "A ideia é que os alunos se sintam o mais próximo de um show de verdade", explica Fernandes.

O grupo de sócios quer abrir mais cinco unidades nos próximos quatro anos. A primeira unidade foi instalada em São Caetano porque o grupo encontrou o local ideal, cercado por quatro colégios, escolas de idiomas e próximo do shopping da cidade. Com a abertura de novas unidades no País, a ideia é que os eventos reúnam escolas próximas. Um outro grupo de sócios prepara a inauguração de uma unidade em Moema.

Filme. De acordo com o diretor musical, é comum as pessoas chegarem na escola e perguntarem se a rede é inspirada no filme School of Rock. "Na verdade é o contrário. A escola inspirou o filme", diz Fernandes. A School of Rock foi fundada em 1998 na Filadélfia.

Na escola, as aulas custam de R$ 160 a R$ 300 por mês.As aulas são voltadas para alunos de 7 a 18 anos. Está em teste um programa para crianças a partir de 3 anos. Para quem tem mais de 18 anos e ficou interessado no método, a School of Rock tem cursos para adultos. "90% dos adultos são pais de crianças que já estão matriculadas", conta Fernandes. A escola ensina guitarra, baixo, vocais, teclados e bateria.

As aulas são realizadas com base em músicas do rock clássico, mas os alunos também podem levar sugestões. O rock nacional pode fazer parte das aulas, mas elas passam por critérios de avaliação antes de entrar no repertório.

Franquia. Fernandes explica que não tem autorização para divulgar os números de investimento da franquia. Quem quiser ter mais informações deve entrar em contato direto com a rede americana. No site da School of Rock, o investimento informado para abrir uma unidade varia de US$ 115,650 mil a  US$ 321,7 mil.

Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui