ESTADÃO PME » » notícias

Dicas| 30 de setembro de 2014 | 6h 57

Conselhos de cinco investidores para empreendedores de negócios de impacto social

Fundos devem investir entre US$ 89 milhões e US$ 127 milhões em negócios no País este ano

Estadão PME

Você tem um negócio social e está em busca de investimento? A Artemisia, organização que busca disseminar e fomentar negócios de impacto social, perguntou para cinco gestores de fundos quais conselhos eles dariam para empreendedores em busca de dinheiro para suas startups.

Epitacio Pessoa/Estadão
Epitacio Pessoa/Estadão
Gestores dão dicas para empreendedores em busca de investimento

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::
:: Twitter ::
:: Facebook ::
:: Google + ::

Participaram da ação: Juan Carlos Moreno, head of Latin America and Investment Manager do LGT Venture Philantropy; Paulo Bellotti, fundador e diretor-executivo do Mov Investimento; Ana Maria Aristizabal, investment manager da Bamboo Finance; Daniel Ibri, managing partner da GRID Investments; e Gilberto Gonçalves, sócio-diretor da GAG Investimentos.

Uma pesquisa realizada pelo LGT Venture Philanthropy (fundo), Quintessa Partners (consultoria), University of St. Gallen e pela The Aspen Network of Development Entrepreneurs (ANDE) mostra que os fundos devem investir entre US$ 89 milhões e US$ 127 milhões no Brasil este ano. As melhores oportunidades se concentram nos setores de inclusão financeira, educação, serviços de saúde e energia renovável. "Saia do plano das ideias! Em vez de ficar pensando e tendo mil ideias, saia, faça e coloque em prática", disse Maure Pessanha, diretora-executiva da Artemisia.

:: Confira as cinco dicas ::

Juan Carlos Moreno, head of Latin America and investment manager do LGT Venture Philantropy
"O empreendedor deve começar a pensar nos problemas brasileiros e analisar qual seria a maneira mais eficiente para resolver um desses problemas. A pesquisa para entender o problema que será objeto de um empreendimento é muito importante. Acredito que muitas vezes o negócio vem com uma solução, mas falta a estrutura, falta mostrar como o negócio vai resolver de fato o problema."

Paulo Bellotti, fundador e diretor-executivo do Mov Investimento
"Não desistam. Empreender é difícil, requer muita energia, muita paixão e muita resiliência. Mas acredito que empreender seja o que dá mais realização para as pessoas em qualquer área. Não desistam, sigam em frente, procurem se conectar e pensar, em longo prazo, como viabilizar os sonhos."

Ana Maria Aristizabal, investment manager da Bamboo Finance
"É muito importante identificar benchmarks, pois assim a empresa pode identificar melhor a proposta de valor. Se o empreendedor está procurando um investidor é importante mostrar a esse investidor o que ele pode esperar da empresa; mostrar qual é a trajetória que a empresa quer ter."

Daniel Ibri, managing partner da GRID Investments
"A coisa mais importante é amar o que você faz, realmente acreditar no que você faz, realmente querer ter sucesso, ser apaixonado pela sua ideia, pelo seu negócio. Além disso,  buscar ter sucesso e fazer o negócio funcionar de qualquer jeito. A primeira coisa é manter o brilho nos olhos – algo fundamental; algo que todo investidor procura. A segunda é foco na execução. Ideias... vimos aos montes, mas realmente executar, fazer funcionar é importante. E mostrar que você consegue fazer a diferença."

Gilberto Gonçalves, sócio-diretor da GAG Investimentos
"Como Venture Capital, o que nós estamos olhando é o time; são as pessoas, mais do que as projeções e o negócio em si. A gente percebe quando o time é bom, unido e tem um produto bom que já começou a testar – ou uma pesquisa de mercado. Percebemos quando o time tem capacidade para executar o que está se propondo a executar. Estamos mais preocupados com isso do que realmente só com o potencial de mercado. Há casos de mercados enormes e nenhum negócio consegue ter sucesso, porque nenhum possui um time bom. Então, nós estamos muito preocupados com o valor humano das ideias."

Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui