Você vai querer ser um banqueiro ou mudar a maneira como as pessoas vivem?

Fundador da startup Kekanto conta a sua história de empreendedorismo

ENDEAVOR,

15 de setembro de 2014 | 15h00

Empreender com uma startup é o sonho de muitos, mas não são poucas as pessoas que desistem por conta das incertezas e dos enormes obstáculos. Definitivamente, esse não é o caso de Fernando Okumura, o fundador do Kekanto, uma plataforma capaz de oferecer aos interessados os melhores estabelecimentos da cidade.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

"Em relação à vida, eu tento pensar sempre no dia em que estiver lá no finalzinho. Quero olhar para trás e ter sido um banqueiro de investimento, um consultor a minha vida inteira ou quero ter construído alguma coisa diferente, que mudou a maneira como as pessoas vivem, que deixou um outro tipo de legado", afirma o empreendedor no vídeo a seguir.

A história de Fernando faz parte de uma série elaborada pela Endeavor sobre startups de potencial. A entidade, que apoia o empreendedorismo ao redor do mundo, agora é parceria de conteúdo do Estadão PME. Para iniciar essa parceria, vamos publicar um vídeo por dia com a visão de empreendedores sobre o mundo das startups.

Confira a programação

Terça-feira (16/9) - Horário Poblete, fundador da Ledface

Quarta-feira (17/9) - Daniel Wjuniski, portal Minha Vida

Quinta-feira (18/9) - Thiago Feijão e Claudia Massei, fundadores do Qmágico

Sexta-feira (19/9) - Tiago Dalvi, Solidarium

Segunda-feira (22/9) - Gustavo Mota, We Do Logos

Esse vídeo foi publicado originalmente no site da organização.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Endeavor

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.