Divulgação
Divulgação

Você conhece a estratégia da antecipação? Especialista aponta o que é e qual a sua importância

Conheça as capacidades necessárias para sua empresa começar a construir uma ação de antecipação

GISELE TAMAMAR, ESTADÃO PME,

28 de setembro de 2012 | 16h00

Ter proatividade de mercado significa ter a capacidade de antecipar mudanças. Mas neste cenário dinâmico, como atingir esse objetivo? O assunto foi discutido pelo professor e pesquisador de marketing e inovação da Fundação Dom Cabral, Leonardo Araújo, durante o evento PME Summit, realizado nesta sexta-feira, dia 28, em São Paulo.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

De acordo com o professor, quando uma empresa constrói uma ação proativa, ela está procurando agir ou antecipar uma mudança. E essa antecipação, muitas vezes, vem por meio de ações inovadoras. O caminho na busca da inovação pode seguir em três dimensões. A primeira é agir na oferta de produtos e serviços. Assim, é possível antecipar uma tendência.

O empresário também pode inovar na cadeia de valores, ou seja, mudar o modelo de negócios, criar uma nova forma de distribuição ou fazer uma nova aliança. A terceira dimensão é se comunicar com o mercado de maneira diferente, com uma linguagem diferente.

Para o empresário disposto a começar a construir uma ação de antecipação, Araújo aponta oito capacidades que a empresa precisa desenvolver. "Não é da noite para o dia que a empresa começa a agir proativamente. Não se decreta: a partir de segunda-feira seremos proativos. A proatividade se desenvolve", destaca o professor que escreveu em parceria com Rogério Gava, também da Dom Cabral, o livro: 'Empresas Proativas - Como Antecipar Mudanças no Mercado', pela editora Campus.

:: Confira a seguir as oito capacidades divididas em quatro pilares para a empresa interessada em construir uma ação de antecipação ::

Pessoas

- Empresas proativas são feitas de e por pessoas pró-ativas. A empresa precisa ter líderes proativos para disseminar o conceito de proatividade.

- Também é preciso identificar, captar, reter e desenvolver esses líderes proativos.

Incerteza

- Como minha empresa lida com o risco? Arriscamos mais ou menos? Quanto a companhia está disposta a enfrentar uma mudança, a criar novas estratégias? Trata-se de um risco estratégico, não funcional.

- Como minha empresa lida com erro? Como minha empresa erra e aprende com o erro? Minha empresa pratica a liberdade de errar?

Gestão de inovação pró-ativa

- Capacidade de ir além da melhoria constante. O inovar proativamente significa fazer o novo e não fazer o mesmo melhor. O conceito de inovação proativa é algo diferente que causa impacto para a empresa e para o  mercado.

- Capacidade de ser flexível, de gerenciar de maneira flexível. Uma empresa muito rígida não percorre caminhos alternativos, não muda o rumo. Ser flexível ajuda a ser inovador.

Gestão do futuro - hoje

- Capacidade de visualizar realidades futuras de mercado. É importante captar sinais de mudanças, de fazer cenários.

- O empresário precisa conseguir gerenciar a pressão no curto prazo. Se o empresário não consegue gerenciar essa pressão, ele vai ficar agarrado no presente e não consegue pensar no fuuro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.