@BladeBoyRio
@BladeBoyRio

Você acha que nada da certo com a sua empresa? Conheça a história do menino Rio

Menino teve a perna amputada com apenas um ano e descobriu em atletas paralimpícos uma razão para chegar lá

DANIEL FERNANDES,

02 de dezembro de 2013 | 10h07

 A inspiração para trabalhar, estudar, empreender, enfim, viver pode estar nas pequenas histórias da vida. Ou nas grandes histórias que na maioria das vezes não conseguimos contar. E não ficamos sabendo Por isso, para servir de motivação aos pequenos empresários, que têm uma rotina para lá de estressante, o Estadão PME resolveu selecionar e publicar - de tempos em tempos - a história de grandes (e na maioria das vezes) e anônimos personagens.

E se você tiver uma história legal, entre em contato com a gente por meio das nossas redes sociais sugerindo histórias.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

A primeira história é a do menino Rio Woolf. Ele já foi retratado no portal do Estadão por meio do blog de atletismo da editoria de esportes. O menino inglês de pouco mais de cinco anos esteve em São Paulo por ocasião da disputa das Paralimpíadas Escolares 2013 - a competição foi vencida pelo estado do Rio de Janeiro.

Mas a história de Rio, é claro, começou bem antes. Quando tinha cerca de um ano, os pais do menino optaram pela amputação de sua perna direita - o garoto inglês nasceu com uma má formação na tíbia. O problema despertou na família o interesse pelos atletas paralímpicos, e Rio se descobriu um entusiasta do atleta brasileiro Alan Fonteles.

A mãe do garoto passou a postar, nas redes sociais, fotos do menino ao lado da televisão durante as provas disputadas pelo brasileiro e então o garoto passou a ser conhecido em todo o Reino Unido. A fama lhe trouxe um benefício: Rio ganhou uma prótese em formato de lâmina, que o permitiu não apenas imitar seus ídolos do atletismo nas corridas, como lhe garantiu a participação nas brincadeiras com os colegas da escola.

A identificação com o ídolo brasileiro garantiu ao menino um convite para que ele acompanhasse as Paralimpíadas Escolares, realizadas em São Paulo na semana passada. Rio veio ao País e desde então não parou de ser o centro das atenções. Tirou centenas de fotos - até o técnico do Corinthians, Tite, e o atacante Alexandre Pato fizeram questão de registrar o momento que passaram ao lado do menino.

Portanto, se você está cansado dos problemas cotidianos, se acha que o seu negócio não vai prosperar, assista esse vídeo e inspire-se com a história de Rio Woolf

Tudo o que sabemos sobre:
SUPERAÇÃO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.