Valor das dívidas dos consumidores inadimplentes cresce 65,8% em janeiro

Valor das dívidas dos consumidores inadimplentes cresce 65,8% em janeiro

Com menos dinheiro no bolso e inadimplente, consumo nas lojas já recuou em janeiro, mostra Serasa Experian

estadão pme,

09 de fevereiro de 2012 | 08h12

 O valor médio das dívidas dos inadimplentes cresceu 65,8% em janeiro deste ano na comparação com o mesmo mês do ano passado. Se os consumidores deviam, em média, R$ 396,77 no início do ano passado, agora devem R$ 657,92.

::: Siga o Estadão PME :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + :: 

Os dados foram coletados pela Serasa Experian e representam as chamadas dívidas não bancárias - débitos com cartões de crédito, financeiras, lojas em geral e prestadoras de serviços como telefonia e fornecimento de energia elétrica e água.

O dado representa sinal de alerta para os pequenos empresários, sobretudo aqueles que têm um comércio. Com mais dívidas para saldar, é certo que os clientes devem consumir menos. E isso pode alterar o lucro do seu empreendimento.

Outro levantamento produzido pela mesma empresa - e divulgado no último dia 2 de fevereiro - já apontava queda 1,6% no movimento de consumidores nas lojas. Essa retração foi maior nas lojas de veículos, motos e peças (queda de 2,9%). O comércio de tecidos, vestuário, calçados e acessórios também teve queda expressiva de 1,7% em janeiro.

Comparação mensal

De acordo com a mesma pesquisa, na comparação entre dezembro do ano passado e janeiro de 2012, porém, a inadimplência geral dos consumidores brasileiros - incluindo dívidas com bancos, protestos de nomes e cheques - recuou 0,4%. Mesmo assim, ainda no âmbito geral, a inadimplência em relação a janeiro de 2011 cresce 16,6%.

Tudo o que sabemos sobre:
Serasainadimplênciadívidas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.