Reprodução
Reprodução

Uma motocicleta híbrida, movida por energia elétrica e gás...e que não faz barulho

O objetivo é, por meio de parcerias com fabricantes, criar um veículo mais silencioso e também veloz

Estadão PME,

24 de abril de 2014 | 07h00

Pequenos e médios negócios também podem contribuir para melhorias e inovações em segurança. Quem ilustra o caso é a Logos Technologies, que recebeu US$ 100 mil, equivalente a R$ 224 mil, da agência de pesquisas avançadas em Defesa do Pentágono (Darpa) para desenvolver uma motocicleta com sistema híbrido de energia, motor elétrico e a gás, para uso das forças armadas dos Estados Unidos.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

O objetivo, segundo a revista Wired, é oferecer um veículo mais silencioso e ao, mesmo tempo, bom para obter velocidades altas – isso para operações que exijam essas características.

"Com a crescente necessidade de operar pequenas unidades longe de apoio logístico, os militares dependem cada vez mais de tecnologias eficientes e adaptáveis, como essa motocicleta híbrida-elétrico", diz Wade Pulliam, gerente de conceitos avançados na Logos Technologies.

Esse projeto inspira-se em um modelo já existente, da fabricante BRD Motorcycles, de São Francisco, que vende uma moto elétrica por US$ 15 mil, algo perto de R$ 33,6 mil.

Segundo a Wired, os militares buscam uma solução de moto mais silenciosa há algum tempo. A revista informa que, no ano passado, a Zero Motorcycles foi contratada para desenvolver uma motocicleta elétrica semelhante para as Operações Especiais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.