JB Neto/AE
JB Neto/AE

Três empresários contam como conseguem equilibrar a vida pessoal com a profissional

Com disciplina, Abilio Diniz, Pedro Herz e Guilherme Paulus garantem que qualquer empresário pode ter uma vida equilibrada

Ligia Aguilhar - Estadão PME,

17 de dezembro de 2011 | 06h52

O dilema é antigo: se equilibrar a vida pessoal com a profissional já é difícil, administrar a agenda quando se é dono do próprio negócio parece ainda mais complicado.

A escassez de tempo e a grande quantidade de demandas a serem resolvidas favorecem a criação de hábitos inadequados, mas o trabalho em excesso e suas consequências negativas para a saúde podem inclusive atrapalhar os resultados da empresa.

Cientes disso, três grandes empresários encontraram formas de alcançar o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.  Eles descobriram que um bom líder precisa também encontrar espaço para seus hobbies, família e para a prática de atividade física. Confira abaixo como Abilio Diniz, do Grupo Pão de Açúcar; Pedro Herz, da Livraria Cultura, e Guilherme Paulus, da CVC, organizam suas agendas e compromissos.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

::Twitter::

::Facebook::

::Google+::

Abilio Diniz, Pão de Açúcar

Ele construiu um império com mais de 1,6 mil lojas, 149 mil funcionários e faturamento estimado em R$ 52 bilhões para 2011. Aos 74 anos, tem porte físico de atleta, dois filhos pequenos (2 e 5 anos) e não pensa em aposentadoria. Empresário ousado e dedicado, cuida da vida pessoal com a mesma determinação com que gerencia seu negócio.

Diniz é conhecido por sua obsessão por atividade física e pratica pelo menos três vezes por semana exercícios aeróbicos e musculação.Frequentemente participa também de corridas e maratonas. Foi assim que ele ganhou o porte físico de atleta - a taxa de gordura corporal dos esportistas geralmente fica abaixo de 12% e a de Diniz oscila em torno de 8%. “Sou disciplinado e gosto de rotinas. Quem organiza sua agenda e programa seu dia consegue fazer muito mais coisas do que quem não se programa”, diz.

A dica do empresário para uma vida mais equilibrada, inclusive no ambiente profissional, é o desenvolvimento de processos dentro da empresa para que os profissionais tenham clareza sobre seu trabalho e economizem tempo na execução de tarefas. “Se as pessoas sabem o que têm que fazer, não há necessidade de fazer reuniões toda hora”, afirma.

Pedro Herz, Livraria Cultura

O presidente do Conselho Administrativo da Livraria Cultura, Pedro Herz, de 71 anos, administra  o seu negócio – uma das maiores livrarias do País – com praticidade. E apesar de ser hoje um dos empresários mais importantes do Brasil, o que significa uma agenda cheia de compromissos, prefere administrar sozinho seus compromissos.

Há anos ele não tem secretária. É ele quem atende ao telefone, responde e-mails e compra  passagens aéreas para as viagens a negócios. Mas garante que isso não atrapalha o andamento do seu trabalho, pelo contrário. Ele adotou uma forma prática de lidar com a rotina e garante não ter dificuldade para dizer não, o que o ajuda a não perder tempo com o que não é essencial.

Com a economia de tempo e dedicação apenas para o que é importante ele consegue, além de administrar a livraria, presidir a Sociedade Cultura Artística, participar de Organizações Não Governamentais (ONGs), viajar, pescar e ouvir música. “Não há receita pronta. Eu faço o que gosto de fazer e tento equilibrar ao máximo meus interesses. Tenho minha agenda, administro sozinho, me programo e resolvo o que precisa ser resolvido”, diz.

Guilherme Paulus, CVC

Fundador da maior operadora de turismo da América Latina, a CVC, o empresário Guilherme Paulus também comanda outros negócios na área. Ele é dono da GJP Hotéis & Resorts, que responde pela gestão de 12 empreendimentos hoteleiros no Brasil. De 2006 a 2011, foi administrador da companhia aérea Webjet , que posteriormente vendeu para a Gol.  Não é a toa que enfrenta uma rotina puxada de trabalho que por vezes chega a 14 horas diárias.

Para compensar a agenda apertada, reserva os finais de semana exclusivamente para o lazer, família e amigos. Compromissos profissionais só acontecem de segunda a sexta. E por sorte seu maior hobby é justamente viajar. Embora para ele conhecer qualquer destino, ainda que durante as férias, seja também uma obrigação de trabalho, ele cumpre a rotina sem queixas e aproveita para dividir a experiência com a esposa, Luiza Paulus. “Gosto de caminhar, conhecer paisagens diferentes. E encaro todo lugar que conheço a lazer também como uma oportunidade nova de destino”, diz.

:::LEIA TAMBÉM:::

::Grandes empresários revelam suas estratégias de crescimento::

::Empresários e analistas falam sobre gestão, economia e segmentação::

::Oito empresários contam seus maiores erros e acertos na gestão dos negócios::

::Cinco empresários contam como ganham dinheiro com a inovação::

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.