André Lessa/Estadão
André Lessa/Estadão

TrendFoods pretende abrir 200 novas lojas em até cinco anos

Plano de Robinson Shiba, fundador do grupo, é priorizar a bandeira China in Box Express em shoppings para classe C e D

Renato Jakitas, Estadão PME,

29 de novembro de 2012 | 16h39

Com 217 lojas das marcas China in Box e Gendai, o grupo TrendFoods de Robinson Shiba prepara-se para dar curso a um ambicioso plano de expansão nos próximos cinco anos. A ideia é lançar 200 novas unidades pelo Brasil – 100 por meio da abertura de franquias e a outra metade com capital próprio.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Para viabilizar o plano, Shiba vendeu recentemente participação minoritária da empresa ao fundo de investimentos Laço Management, braço do grupo norte-americano Riata. O valor da negociação não foi divulgado.

Contudo, o dinheiro injetado pelo novo parceiro foi suficiente para financiar o ciclo de investimentos, que prioriza a bandeira China in Box Express. A marca foi modelada para funcionar dentro de shoppings, sobretudo aqueles voltados ao público das classes C e D.

“Teremos 60 lojas próprias do China in Box Express e 40 da Gendai. O investimento para montar uma unidade dentro de shoppings cresceu bastante nos últimos anos e a quantidade de franqueados com capacidade financeira para isso diminuiu. Como a gente quer penetrar territorialmente e proteger o nosso espaço, tomamos a decisão de montar por conta própria essas lojas”, afirma Shiba.

Com faturamento de R$ 239,8 milhões em 2011, atualmente o grupo TrendFoods tem 234 restaurantes, contando as 16 lojas da marca Brevità – especializada em culinária italiana – e uma da Owan, de cozinha oriental. Recentemente, o empresário informou que, motivado por resultados abaixo do esperado, não deverá investir mais nessas duas marcas.

:: LEIA TAMBÉM ::

:: 'É preciso gostar muito de gente', diz Robinson Shiba, fundador do delivery China in Box  ::

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.