Monica Bento/AE
Monica Bento/AE

Temor de crise na Europa não deve afetar crédito para pequenas empresas no primeiro trimestre

Demanda por empréstimos deve sofrer ligeira redução, passando de 0,48 ponto no quarto trimestre de 2011 para 0,38 ponto no primeiro trimestre de 2012

Francisco Carlos de Assis, Agência Estado ,

10 de fevereiro de 2012 | 14h03

 As condições de crédito para o primeiro trimestre de 2012 devem ser mais restritivas do que foram no quarto trimestre de 2011, segundo pesquisa do Banco Central apresentada há pouco, em Fortaleza, pelo diretor de Política Econômica, Carlos Hamilton Vasconcelos. O levantamento foi realizado entre os dias 12 e 23 de dezembro do ano passado com 46 conglomerados na área de concessão de crédito, divididos em grandes, médias, micro e pequenas empresas. O levantamento obedece a uma escala de -1 ponto a +1 ponto.

No segmento das micro, pequenas e médias empresas, a oferta de crédito ficou estável em 0,58 ponto. Já a demanda, deve sofrer ligeira redução, passando de 0,48 ponto no quarto trimestre de 2011 para 0,38 ponto no primeiro trimestre de 2012. E, para o quesito aprovação de crédito, a expectativa é de estabilidade.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Já para as grandes empresas, a expectativa de oferta de crédito passou de -0,64 ponto para -0,68 entre o quarto trimestre do ano passado e o primeiro trimestre deste ano. No quesito demanda por crédito, as grandes empresas reduziram a expectativa de 0,50 ponto para 0,09 ponto no mesmo período avaliado. Para a aprovação de crédito, esse segmento espera que aumento nas restrições para concessão de crédito, de -0,14 ponto para -0,32 ponto.

De acordo com Carlo Hamilton Vasconcelos, os executivos das empresas associam o aumento da restrição do crédito no primeiro trimestre deste ano a menor liquidez no mercado. Eles acreditam também, segundo o diretor do BC, que a demanda por crédito deve cair em consequência da menor necessidade de investimentos.

Tudo o que sabemos sobre:
Créditoempresaseconomia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.