Robô parecido com o tamagotchi incentiva bons hábitos
Robô parecido com o tamagotchi incentiva bons hábitos

Tamagotchi do futuro chegou e pretende ajudar usuários a manter seus hábitos positivos

Dispositivo de controle comportamental faz conexão emocional com usuários

Estadão PME,

19 de abril de 2015 | 07h00

Se você é daqueles que adoram fazer uma lista de promessas de fim de ano, mas as deixa de lado quando percebe que a mudança de hábitos exige uma dedicação grande, um novo produto chamado MOTI chega ao mercado com a missão de cultivar boas práticas de forma positiva para seus usuários.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

O pequeno robô tem o tamanho reduzido, com um formato parecido ao dos antigos "tamogotchis", animais de estimação virtuais, e pretende estabelecer a mesma espécie de vínculo. Os usuários escolhem um hábito que pretendem cultivar, como escovar os dentes, ler o jornal todos os dias, praticar um esporte, e apertam um botão no dispositivo cada vez que completarem a tarefa. O MOTI responde com congratulações felizes, sons e luzes, recompensando o usuário e o incentivando a criar um laço emocional.

A intenção é que o dispositivo atue de forma contínua na vida do usuário e a ideia de criar o MOTI contrapõe a lógica dos aplicativos que funcionam, principalmente, como lembretes facilmente ignoráveis. Em vez disso, o robô adota uma abordagem um tanto quanto característica dos humanos: a chantagem emocional. Ele até mesmo é capaz de emitir um zumbido que simboliza "tristeza" quando os usuários se desviam de seus objetivos.

Ainda não há previsão de quando o MOTI será comercializado e o valor sugerido pelos idealizadores fica em torno de US$ 65.

Tudo o que sabemos sobre:
Aplicativorobôbons hábitos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.