Divulgação
Divulgação

Startup norte-americana se especializa em levar para o espaço as cinzas de pessoas mortas

Serviço custa US$ 2 mil e primeira viagem deve ocorrer no próximo ano

estadão pme,

15 de agosto de 2013 | 06h39

A startup norte-americana Elysium Space chama a atenção atualmente por oferecer aos consumidores um produto bastante diferente. A empresa pretende enviar ao espaço as cinzas dos parentes ou amigos dos seus clientes que faleceram recentemente. E anuncia que pretende cobrar cerca de US$ 2 mil pelo serviço.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

O negócio afirma ter contrato com empresas que fazem voos desse tipo - para lançar satélites comerciais, por exemplo - e pretende enviar o primeiro lote de cinzas no próximo ano do Cabo Canaveral, na Flórida. A proposta de negócio é diferente, mas viável para o consumidor - um funeral tradicional nos Estados Unidos custa cerca de US$ 6 mil.

De acordo com o site TechCrunch, por enquanto, o empreendimento pretende enviar ao espaço os restos mortais de 100 pessoas. Quem contratar o serviço ganha um recipiente para depositar as cinzas e tem acesso a um aplicativo para acompanhar a jornada do satélite que transportara as cinzas. A proposta é que o satélite circule a órbita terrestre durante meses e retorne para a terra como "uma estrela ardente", nas palavras do criador da empresa, Thomas Clvelt.

Tudo o que sabemos sobre:
espaço

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.