Kickistarter/ Divulgação
Kickistarter/ Divulgação

Startup do Kansas cria assistente virtual por comando de voz

Mycroft Mark II garante privacidade de dados e nenhuma publicidade aos usuários e já arrecadou mais de US$ 200 mil

Redação, O Estado de S.Paulo

06 de fevereiro de 2018 | 12h22

A startup Mycroft AI, comandada pelo CEO Joshua Montgomery, do Kansas, nos Estados Unidos, acaba de lançar o assistente pessoal Mark II pela plataforma de financiamento coletivo Kickstarter. Similar ao Google Home e ao Amazon Echo, o projeto da Mycroft brilha os olhos dos aficionados por tecnologia por dois diferenciais: o código aberto e a privacidade. 

De acordo com a startup, o código aberto proporciona, além de melhorias no sistema, a transparência. Isto porque construir inteligência artificial na qual qualquer pessoa pode contribuir torna a tecnologia mais representativa e neutra.

Sobre a privacidade, a Mycroft entende que o sistema tem muitas informações sobre o usuário e seus hábitos e, por isso, garante que nenhuma informação é capturada. 

Além das vantagens citadas acima, o modelo de negócios proposto pela Mycroft não engloba o cruzamento de anúncios publicitários baseados nas interações dos usuários. 

O Mycroft Mark II é um assistente pessoal que atende por comando de voz e que ajuda o usuário em tarefas diárias, como previsões do tempo, avisos sobre compromissos agendados e até conversões de medidas de receitas. O sistema pode ser integrado ao computador, automóvel e demais sistemas.

Todas as vantagens do Mark II contribuiu para que o projeto já tenha ultrapassado o valor inicial de arrecadação de US$ 50 mil e atingido, até o momento, US$ 212,846. Ainda faltam 18 dias para a campanha ser finalizada.  

Quer contribuir? Veja como aqui

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.