Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

Startup cria aplicativo que ajuda mulher a encontrar taxistas femininas

Inspirada em serviços similares na índia, África do Sul e partes do Oriente Médio, a empreendedora de Nova York (EUA) Stella Matteo criou uma empresa de taxi que tem mulheres como motoristas.

Estadão PME,

16 de janeiro de 2015 | 17h32

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

A empresa, chamada SheRides, desenvolveu um aplicativo para iOS que conecta passageiras com a frota feminina. Com ele, as clientes solicitam um carro e realizam o pagamento com cartão de crédito. No entanto, por trás da conveniência proporcionada pelo aplicativo existe uma ação que visa aumentar a participação de mulheres motoristas na frota de taxis da cidade norte-americana.

Para a empreendedora, as mulheres se sentem mais à vontade quando a condutora é uma mulher. Ela afirma que, nos Estados Unidos, muitas deixam de utilizar o transporte porque os motoristas são homens. Dos 50 mil taxistas que existem em Nova York, apenas 5% são mulheres.

Ela e o marido criaram há 16 anos a Federação de Taxistas de Nova York. Entre outras causas defendidas pela entidade estão as ações de diversificação de gênero entre os taxistas do estado norte-americano.

O serviço de taxista é ideal para muitas mulheres, segundo Stella. Isso porque ele oferece horários flexíveis e permite que as motoristas consigam criar suas agendas, sobrando tempo para outras tarefas relacionadas à família.

A SheTaxi presta também um tipo de consultoria para mulhereres que estejam interessadas em se tornarem taxistas, como informações sobre como obter licença, como comprar um carro para desempanhar a função e seguros, por exemplo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.