Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

Software avançado ajuda polícia a monitorar até atuação das quadrilhas em redes sociais

Projeto foi elaborado por estudantes de Harvard e já despertou o interesse de investidores

ESTADÃO PME,

11 de dezembro de 2013 | 06h39

 A polícia precisa de informações, cada vez mais precisas, para atuar de maneira correta no combate ao crime. Por isso, a Startup Mark43 tem tudo para ganhar espaço rapidamente. E não apenas nos Estados Unidos. O pequeno negócio criou um avançado software que ajuda o policial de determinada região a mapear quadrilhas, inclusive nas redes sociais.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

O software promete, por meio de um sistema sofisticado de pesquisa, mapear a hierarquia de uma determinada quadrilha para que a polícia possa fazer prisões mais precisas e corretas. Além de vencer uma competição de empreendedorismo em Harvard - onde estudaram os idealizadores da empresa -, a Mark43 recebeu US$ 2 milhões de diversos investidores. 

Uma versão do produto foi testada por uma unidade especial da polícia de Boston. E os policiais ficaram realmente impressionados com a qualidade das informações geradas pelo software. "Nessa situação, nós temos a habilidade de parar um tiroteio antes mesmo que ele aconteça", comentou um policial que descobriu, por meio da tecnologia Mark43, que um conhecido traficante da área estava em busca de revanche contra outros bandidos.

Tudo o que sabemos sobre:
inovarinovação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.