Clayton de Souza/Estadão
Clayton de Souza/Estadão

Site que permite a reserva de vagas em estacionamentos quer chegar aos shoppings

Plataforma já está disponível em estacionamento próximo ao Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos

ESTADÃO PME,

09 de agosto de 2013 | 06h40

Ao analisar o mercado de estacionamentos e a dificuldade de encontrar vagas, o empresário Batholomeu Cruz idealizou uma plataforma para reservar vagas em estacionamentos pela internet. O Reservagas entrou no ar no mês passado com a possibilidade de reserva de vagas no Multipark Guarulhos, próximo do Aeroporto de Cumbica.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

A expectativa do empresário é agregar mais endereços em 20 dias e chegar a 100 pontos até setembro, incluindo shoppings centers. Para reservar uma vaga, o usuário entra no site e define data e horário da reserva. No caso do Multipark Guarulhos, o usuário vai pagar R$ 12 pela diária, mais R$ 6 de taxa de translado (estacionamento-aeroporto/ida e volta) e mais R$ 3 de taxa de conveniência.

Com a plataforma, o usuário consegue garantir uma vaga no local, mas não consegue escolher a vaga igual as poltronas em cinemas, por exemplo. Segundo Bartholomeu, essa possibilidade vai depender da empresa que cuida do estacionamento.

Com a inclusão de novos endereços no Reservagas, os motoristas poderão localizar estacionamentos, pesquisar preços e reservar vagas. Já os donos dos espaços ganham com a antecipação das vendas. "A plataforma também inclui projetos de comunicação e ações criadas para diversas marcas nos estacionamentos", diz Bartholomeu.

Ideia. Bartholomeu tem 36 anos e trabalhou 18 anos em agências de publicidade. Mas há três anos, resolveu montar sua empresa, a e.t. Novas Soluções para Velhos Problemas, que atua como parceira estratégica de empresas nas áreas de inovação e criatividade. "A Multipark foi uma de nossas clientes, enxergamos diversas oportunidades no mercado e resolvi abrir o Reservagas", diz Bartholomeu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.