Site próprio ou marketplace? Veja dicas de especialista do Sebrae

Site próprio ou marketplace? Veja dicas de especialista do Sebrae

Flávio Petry, analista de competitividade e especialista em varejo, explica as características de cada meio e fala sobre boa gestão de estoque

Redação, O Estado de S.Paulo

31 de agosto de 2021 | 10h00

As possibilidades de vender online são variadas. Pode-se facilmente criar um perfil no Instagram e aproveitar os recursos que a plataforma oferece para essa finalidade. Pelo WhatsApp, com uma conta empresarial, é possível incluir um catálogo com preços e fazer pagamentos de modo simples com o WhatsApp Pay. Mas quando se vai para navegadores de internet, o que é melhor: ter site próprio ou estar em vários marketplaces?

Quem responde a essa dúvida é o analista de competitividade do Sebrae, Flávio Petry, em um vídeo para o Estadão Carreira e Empreendedorismo. Para orientar o dono de negócio, ele explica as características de cada um dos meios, os prós e os contras.

O site próprio pode ter múltiplas funções, mas o empreendedor terá de arcar com alguns custos recorrentes. Se ele preferir colocar os produtos a venda em sites já existentes, ainda há custos, porém com soluções que podem ajudar também.

Petry destaca que, independentemente do meio escolhido, é importante saber manejar bem o estoque da loja online, assunto que já foi explicado em outro vídeo do Sebrae.

Abaixo, veja as dicas do especialista:

Dicas sobre carreira e empreendedorismo

O quadro '3 perguntas para' recebe especialistas para responder dúvidas dos leitores sobre carreira e empreendedorismo. Se você tem perguntas sobre mercado de trabalho e negócios, envie para pme@estadao.com ou por meio das nossas redes sociais.

Receba também conteúdos sobre os temas e participe de discussões com profissionais na comunidade do Estadão Carreira e Empreendedorismo no Telegram. Para entrar no grupo, clique aqui.

Veja alguns dos assuntos já discutidos:

Tudo o que sabemos sobre:
empreendedorismoSebraemarketplace

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.