Reprodução
Reprodução

Site permite que consumidor defina o preço a pagar pela peça de roupa

Negócio entrou em operação em abril e faz sucesso nos EUA

Estadão PME,

19 de agosto de 2014 | 06h41

Uma dupla de empreendedores norte-americanos acaba de implementar um novo formato de negociação para vendas de roupas online. No site Theorem, que opera com uma versão beta desde abril, o cliente diz quanto quer pagar pela peça em oferta.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

O negócio começou a ser desenvolvido quando a dupla ainda estava na universidade - eles são egressos do MIT - e tem como foco os consumidores de roupas de alto valor agregado. Funciona assim: os produtos são listados com um descrição da peça e uma foto. Uma escala deslizante permite que o usuário faça a oferta do valor, com um mínimo de 50% do preço sugerido.

Geralmente os clientes não optam pelo desconto máximo, mas algo em torno de 40%. E o pulo do gato é que o cliente não sabe e nem ficará sabendo por quanto os demais usuários estão comprando o produto.

O site opera como um marketplace. Por isso, os produtos são colocados no site por outros vendedores - atualmente há uma lista com 90 vendedores cadastrados. E o negócio sobrevive com um percentual cobrado sobre a venda, quantia que gira em torno de 10%.

"A maioria do vendedores que trabalhamos são independentes e geograficamente muito separados. São desenvolvedores, mas não são guros de negócios. Nossa proposta é ajudá-los a expandir seus negócios em diferentes áreas", afirma Ryan Jackson, que toca a empresa ao lado de Adam Roberts. 

Tudo o que sabemos sobre:
ecommercemodapmeempreendedorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.