Site de Recrutamento: Tecnologia ajuda nas contratações

Site de Recrutamento: Tecnologia ajuda nas contratações

Inteligência artificial permite que empresas encontrem candidatos mais rapidamente

Redação, São Paulo

29 de agosto de 2019 | 20h14

Em tempos de taxas de desemprego em alta, os sites de recrutamento mais bem avaliados do ano estão usando inteligência artificial para facilitar a busca de empresas por candidatos qualificados. Esse é o caminho adotado por CIEE e LinkedIn, que aparecem pela primeira vez na liderança do Escolha PME, como primeira e segunda colocadas (52 e 47 pontos, respectivamente).

Confira o especial multimídia com os vencedores do Escolha PME 2019

“A reformulação do nosso site permitiu o aumento da produtividade e o atendimento ágil à empresa. Temos trabalhado em parceria com startups de inteligência artificial e pretendemos lançar uma plataforma de gamificação para processos seletivos”, explica Ricardo Melantonio, superintendente de Comunicação, Jurídico e Compliance do CIEE.

Em terceiro lugar com 45 pontos, a Catho também recorre à modernização. “Com a inteligência artificial, houve um aumento de mais de 200% nos envios de currículos e contato dos recrutadores”, diz Regina Botter, diretora de Operações do site.

Sites fazem análises e cursos online

Com cerca de 30 milhões de empresas cadastradas no mundo e 39 milhões de usuários brasileiros, o LinkedIn oferece análises mais qualitativas sobre o mercado de trabalho. “Nossa ferramenta de inteligência artificial permite, em tempo real, obter análises estratégicas sobre concorrência, perfis de contratação, distribuição geográfica de cargos, habilidades mais procuradas e engajamento de talentos com a marca”, aponta Milton Beck, diretor-geral do LinkedIn para a América Latina.


No ano passado, o site lançou ainda a plataforma Learning de cursos online, disponível para usuários premium ou empresas que queiram oferecer cursos internamente para seus funcionários.

“É uma forma de se atualizar profissionalmente ou adquirir conhecimentos a distância. Já temos mais de 12 mil clientes corporativos e mais de 14,5 mil cursos abertos para todos os usuários”, diz o diretor-geral da empresa.

Atualmente, com 35 mil empresas cadastradas no site e 208 mil estagiários e aprendizes contratados por intermédio do canal só no primeiro semestre de 2019, o CIEE também tem investido em capacitação online, por meio de palestras e de cursos gratuitos, transmitidos para todo o País.

“Proporcionar o desenvolvimento de hard e soft skills, antes mesmo do ingresso no mundo do trabalho, favorece as empresas, pois elas podem contar com colaboradores mais preparados, o que reduz a rotatividade e possibilita a criação de futuras lideranças”, avalia Melantonio.

Outro ponto ressaltado pelo executivo é a atuação de cerca de 200 consultores do CIEE, que visitam empresas para abertura de vagas de estágio e aprendizagem. “A proximidade e o nível de especialização deles a respeito dos programas ofertados permite que recrutadores tenham mais segurança no momento de realizar admissões”, afirma.

Catho tem plataforma para PCD

Terceira no índice de satisfação, mas líder em objeto de desejo, com 23%, a Catho desenvolveu uma plataforma de recrutamento para pessoas com deficiência (PCDs). “É a única no mercado que permite buscar candidatos que atendem às exigências da Lei de Cotas”, diz Regina Botter, diretora de Operações do site. A Catho ainda oferece serviços gratuitos às empresas. “Basta fazer um cadastro para anunciar quantas vagas quiser, sem limitação”, afirma a executiva

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.