Estadão
Estadão

Simples questão de agilidade

Empresário preza por agilidade na resolução dos problemas do cotidiano

Estadão PME

30 de maio de 2016 | 05h00

Não é difícil imaginar que quem possui uma impressora na sua empresa quer que ela realize aquilo que a máquina promete: desempenho, qualidade e agilidade na impressão, além de proporcionar economia. Com o mercado cada vez mais debruçado em preços competitivos e assistência técnica ágil, a Epson teve o maior índice de satisfação na categoria por justamente entregar de maneira mais inovadora esses atributos valorizados pelos empreendedores.

Coordenadora da Incubadora de Negócios da ESPM, Letícia Menegon aponta um aspecto fundamental para quem deseja ser competitivo neste mercado. “Para estas empresas (Epson, HP e Samsung) o ‘drive’ do tempo é fundamental. Elas sabem que o cliente não tem tempo para ficar esperando. E os serviços costumam ser eficientes. Estas empresas trabalham muito bem com o projeto de manutenção, conseguem diagnosticar os problemas e resolvê-los de imediato, tanto fisicamente como remotamente”. Para a coordenadora, as empresas do setor estão preparadas. 

Epson lidera pela eficiência

Para a Epson, a liderança na categoria está amparada em um produto: as impressoras que possuem a tecnologia EcoTank e que caíram no gosto dos empreendedores desde seu lançamento. Além de vencer os concorrentes no quesito autonomia – elas não usam cartuchos, mas garrafas de tinta abastecidas manualmente –, o preço por impressão desta linha é quase 70% mais barato nas cópias coloridas, segundo dados da companhia. 

Por isso, mesmo com um preço três vezes maior do que as concorrentes de jato de tinta, as máquinas EcoTank se transformaram em itens de desejo entre os PMEs.  Não é difícil descobrir porque a Epson larga na frente no índice de satisfação, já que os atributos mais citados entre os empreendedores nesta categoria foram a qualidade do produto, melhor desempenho e economia de tinta, por exemplo, com 76% de menções. Com um índice de satisfação alto, que chegou a marca de 89,4 entre os entrevistados, a Epson praticamente não registrou no levantamento nenhum grau de insatisfação entre os empresários. 

Segundo Simone Camargo, diretora de marketing da Epson América Latina, além do produto ser diferenciado, a qualidade da assistência técnica faz a diferença. “Temos uma incidência de apenas 0,5% de falha nos nossos produtos e uma assistência técnica treinada para atender prontamente o pequeno e médio empresário.” Nos últimos cinco anos, de acordo com Kao Mei I, gerente de negócios na área de impressoras, se o mercado do segmento de jato de tinta caiu, em média, 13% em unidades, a Epson ganhou – no mesmo período – 1% de participação. “Em faturamento, este mesmo mercado cai 18% ao ano enquanto nós crescemos 11%”, explica.

Com o foco voltado ainda mais aos PMEs em 2016, a Epson vai lançar seu serviço de outsourcing para impressoras de jato de tinta em junho. “Foi uma demanda do próprio mercado”, conta Simone. No ano passado, a marca recebeu um selo criado pelo site ‘Reclame Aqui’ cujo objetivo era destacar as empresas que se empenham em manter um relacionamento com o cliente no pós-venda. “Mesmo não tendo quase problemas, caso o cliente tenha alguma reclamação, o atendemos prontamente”, destaca Kao. 

HP diz que qualidade pode fazer a diferença

Com uma estrutura robusta e já madura para atender às pequenas empresas, a HP planeja se tornar parte do desenvolvimento e crescimento ddos negócios de menor porte. Mesmo liderando o mercado voltado à pequena e média empresa, com 63% de participação, a HP ficou em segundo lugar no índice de satisfação da pesquisa ‘Escolha PME’ e marcou índice de satisfação de 80,7. 

De acordo com Renato Barbieri, diretor de vendas da HP Inc. do Brasil, a liderança e o resultado na pesquisa “são decorrentes do fato da HP ter a melhor proposta de valor do mercado e oferecer o portfólio mais completo, com produtos e soluções que atendem as necessidades do consumidor”. 

Para o diretor de vendas da multinacional, a empresa se destaca em aspectos importantes ao pensar nas necessidades dos PMEs. Na linha laser, por exemplo, a HP renovou completamente seu portfólio nos últimos 12 meses, pensando em propiciar maior controle e gerenciamento do que está sendo impresso e, com isso, permitir ao empreendedor controlar os seus custos associados.

“Esses produtos incorporam o que existe de mais moderno e mais eficiente no mundo de impressão hoje, como a tecnologia ‘Jet Intelligence’ de cartuchos de toner, que permitiu o desenvolvimento de impressoras até 40% menores do que as linhas anteriores, que imprimem até 33% mais páginas por cartucho, chegando a ser 40% mais rápidas e proporcionando uma economia de energia de até 53%”, destaca o executivo. Em jato de tinta, a HP oferece a linha OfficeJet PROX e OfficeJet Enterprise, que foram desenvolvidas com base na tecnologia PageWide, proporcionando um conjunto de benefícios incomparáveis, segundo o executivo.

Samsung foca em parceria

Terceira colocada no índice de satisfação da pesquisa ‘Escolha PME’, a Samsung conta agora com uma parceira brasileira, a Simpress, para aumentar sua fatia no mercado de impressoras, que segundo pesquisas abocanha apenas 18% dos pequenos e médios empresários brasileiros. 

A Simpress tem parte das suas atividades focadas no outsourcing, enquanto a Samsung preza pela tecnologia, como na criação de aplicativos que tornam possível imprimir documentos de qualquer lugar, caso da solução chamada ‘Send Anywhere for Printer’. 

A aquisição, que foi selada no início de 2015, tem como objetivo aumentar a participação da empresa sul-coreana no País. A Simpress foi escolhida pela multinacional por conta do desempenho que a companhia apresentou nos últimos anos no segmento.

Confiança. Vice-presidente sênior de vendas e marketing para Soluções de Impressão da Samsung, David SW Song diz que a multinacional está empenhada em pavimentar este crescimento no País. 

“Atualmente, nós somos líderes em managed print services, com 23% de market share no Brasil. Em todas as categorias de impressão somos líderes ou na verdade estamos em segundo lugar em participação de mercado”, conta, confiante, Vittorio Danesi, fundador e diretor da Simpress, citando números levantados não pela companhia, mas por uma consultoria, a IDC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.