Serasa: perspectiva de crédito a empresas recuou 0,2% em setembro

O indicador da Serasa Experian atingiu 99,3 pontos, o menor nível desde novembro de 2009

Agência Estado,

03 de novembro de 2011 | 12h20

O indicador da Serasa Experian para perspectiva de crédito a empresas apresentou em setembro sua décima queda mensal consecutiva ao recuar 0,2% e atingir 99,3 pontos, o menor nível desde novembro de 2009. Em agosto, o índice marcava 99,5 pontos e, em setembro do ano passado, 103,6 pontos.

 

O indicador busca identificar os movimentos de concessão de crédito com seis meses de antecedência e, como se encontra abaixo dos 100 pontos desde julho, sinaliza que o crédito às empresas abrirá o ano de 2012 em desaceleração. Para a Serasa Experian, a demanda das empresas por crédito irá se recuperar somente a partir do início do ano que vem.

"O atual quadro de desaquecimento mais acentuado da economia brasileira, afetando negativamente a demanda por capital de giro, e o agravamento da conjuntura externa, reduzindo a demanda por exportações, deverão amenizar o apetite por crédito das empresas, fazendo-o crescer mais lentamente ao longo dos próximos meses, especialmente a partir do início do próximo ano", afirma a entidade, por meio de nota.

Assim como para as pessoas jurídicas, a perspectiva de crédito ao consumidor recuou 0,2% em setembro, para 101,1 pontos. No entanto, de acordo com a Serasa Experian, o indicador ainda segue na zona de alta (acima dos 100 pontos),"sinal de que o agravamento da crise financeira mundial não deverá causar fortes impactos restritivos à expansão do crédito aos consumidores".

"Isto revela que o ritmo de concessão de crédito às pessoas físicas deverá continuar crescendo ao longo dos próximos meses, porém mais lentamente do que hoje se observa", justifica.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.