Divulgação
Divulgação

Sensores instalados no cinto de segurança e no banco evitam que motorista durma no volante

Tecnologia está sendo desenvolvida pelo Instituto de Biomecânica de Valência, na Espanha

ESTADÃO PME,

01 de setembro de 2014 | 06h35

Não é de hoje que a indústria automobilística investe em soluções tecnológicas para transformar o modo como os consumidores guiam seus carros. O tema é alvo também de muitos empreendedores ao redor do mundo e o mercado, agora, entrou também no radar do Instituto de Biomecânica de Valência, na Espanha.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

A organização criou um sistema de sensores, instalados no cinto de segurança e no assento do motorista no veículo, que consegue determinar o nível de atenção do motorista. O objetivo é evitar que esse condutor durma ao volante, uma das maiores causas de acidentes automobilísticos ao redor do mundo. Os sensores, quando detectam a possibilidade de fadiga, acionam um alarme para despertar esse mesmo motorista.

O principal desafio é que o dispositivo ainda está em fase de desenvolvimento, o que significa que existe ainda um longo caminho a ser percorrido para que a ferramenta se transforme em um produto à disposição não apenas da indústria de automóveis como do consumidor final.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.