Alex Silva/AE
Alex Silva/AE

Selo de qualidade Ospitalità ajuda restaurante italiano a ter diferenciação

Na edição do ano passado, trinta restaurantes receberam a qualificação da Cãmara

estadão pme,

01 de agosto de 2011 | 11h07

O Sebrae de São Paulo, em parceria com a Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio, Indústria e Agricultura, lançam na noite desta segunda-feira, dia 1º de agosto, a segunda edição do Selo de Qualidade Ospitalità Italiana, que reconhece o esforço de restaurantes paulistas que seguem as tradições italianas. Trata-se de uma boa oportunidade para donos de pequenos empreendimentos que pretendem conferir um diferencial ao concorrido mercado de restaurantes da capital.

No ano passado, segundo informações do Sebrae-SP, trinta restaurantes conseguiram o selo após serem aprovados em avaliação de dez quesitos, entre eles a valorização da cultura italiana, sua proposta gastronômica, e identidade com o país europeu.

Os restaurantes interessados precisam preencher uma fica de inscrição para participar da avaliação, que será coordenada pela Câmara Ítalo-Brasileira. O processo de avaliação começa em setembro e acontecerá da seguinte forma: representantes da Câmara farão visitas aos restaurantes inscritos e os auxiliarão com as adequações necessárias para o recebimento do certificado. Em seguida, toda documentação necessária será enviada ao comitê de avaliação, que fica na Itália.

"São Paulo é reconhecida pela sua grande variedade gastronômica e, sem dúvida, a mais bem representada é a italiana", afirmou Erica Bernardini, diretora de marketing da Câmara Ítalo-Brasileira à Agência Sebrae.

Veja alguns dos requisitos para concorrer ao selo:

- Deve ter ao menos uma pessoa fluente em italiano

- Deve conter um ou mais elementos de decoração que remetem à Itália

- Menu deve ser escrito, também, em italiano

- Mais da metade dos pratos devem seguir a tradição italiana

- Ao menos 20% da carta de vinhos deve ter origem comprovada

Saiba tudo sobre o selo no Sebrae-SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.