Sebrae vai investir R$ 5,3 milhões em projetos de cooperativas

Recursos servirão para apoiar projetos com 138 cooperativas em 16 estados e no DF

Estadão PME,

16 de agosto de 2011 | 11h36

Dezessete projetos envolvendo cerca de 138 cooperativas de crédito receberão R$ 5,3 milhões de investimento do Sebrae.  A injeção de recursos será  aplicada em práticas de gestão e serviços financeiros até 2014. De acordo com o Sebrae,  cooperativas vinculadas ao Sicredi, Sicoob, Unicredi, Ascoob, Cresol, Cecred se propõem a atender 537,8 mil empreendedores e empresas de pequeno porte com R$ 2,6 bilhões em créditos concedidos. Atualmente, essas cooperativas atendem 135,4 mil pequenos negócios com R$ 1,5 bilhão em carteira.

::: LEIA TAMBÉM :::

:: Supersimples beneficiará 5,3 mi de pequenas empresas ::

::Aprovada MP que beneficia empreendedores individuais ::

:: Pequenas empresas terão mais estímulos ::

:: Mantega anuncia correção da tabela do Simples ::

Os projetos, que já foram aprovados pela diretoria da instituição, estão focados em dois eixos de atuação: articulação institucional entre os dois sistemas – Sebrae e de crédito cooperativo – e na melhoria do atendimento aos clientes.  A intenção, segundo o Sebrae, é prestar um melhor atendimento a empresários de empresas de pequeno porte em 16 estados e no DF por meio das cooperativas de crédito.  “Teremos serviços financeiros diferenciados nas cooperativas de crédito, conforme a necessidade de empreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte, facilitando esse relacionamento e agilizando o acesso a crédito e a mercados”, explica Carlos Alberto dos Santos, diretor-técnico do Sebrae.

Os projetos apresentados pelos estados têm foco direcionado na integração entre os sistemas Sebrae e cooperativo. Essencialmente, eles buscam a melhoria na oferta de produtos e serviços financeiros aos pequenos negócios  e na ampliação do conhecimento das cooperativas de crédito sobre empreendedores e empresas de pequeno porte, para  trazer mais agilidade e eficiência no acesso ao crédito.

Entre as ações previstas, haverá  a capacitação para dirigentes e técnicos do sistema cooperativo sobre gestão empresarial com foco nos pequenos negócios. O objetivo é ampliar a percepção das cooperativas sobre esse segmento e incentivar o desenvolvimento e aprimoramento de produtos e serviços financeiros com enfoque em microfinanças para empreendedores individuais e microempresas.

De acordo com o Sebrae, os projetos vão atuar também em novos territórios, para levar o sistema cooperativo de crédito a locais onde empresas de pequeno porte ainda não dispõem de serviços bancários, e na realização de missões técnicas de intercâmbio entre cooperativas de crédito. O início das ações está programado para janeiro de 2012.

Tudo o que sabemos sobre:
IncentivoCréditoinvestimentoEmpresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.