Nilton Fukuda/AE
Nilton Fukuda/AE

Sebrae vai ensinar o que é preciso para inovar a 40 mil pequenas empresas do comércio

Empreendedor interessado deve comprovar, primeiro, que possui faturamento anual entre R$ 360 mil e R$ 3,6 milhões

ESTADÃO PME,

06 de abril de 2012 | 09h45

O Sebrae pretende atender 43,6 mil varejistas no programa INOVarejo, criado pela entidade para permitir aos pequenos empreendedores o acesso à inovação e novas tecnologias nas área de automação comercial, comércio eletrônico e meios eletrônicos de pagamento.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google+ ::

Para participar do programa, porém, o negócio deve registrar faturamento anual entre R$ 360 mil e R$ 3,6 milhões.

A meta proposta pelo programa deve ser alcançada até 2015 e o número de potenciais empresas beneficiadas corresponde a 30% do total de pequenas empresas do setor de comércio. De acordo com informações do Sebrae, 728 agentes realizarão o atendimento dos varejistas nos próximos quatro anos.

A consultoria oferecida por esses agentes identificará a situação da empresa em três pontos - automação comercial, comércio eletrônico e meios eletrônicos de pagamento. Os agentes pretendem oferecer recomendações para que o empreendedor melhore processos.

De acordo com dados da empresa e-bit, especializada em comércio eletrônico, 32 milhões de brasileiros já compraram pelo menos uma vez pela internet. O faturamento das empresas que atuam no setor chegou a R$ 18,7 bilhões no ano passado - alta de 26% em relação ao ano anterior.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.