Sebrae lança curso para incentivar empreendedorismo em crianças

Objetivo é incentivar o empreendedorismo e apontar caminhos na busca de inserção no mercado de trabalho

Estadão PME,

29 de novembro de 2011 | 17h56

Com o objetivo de incentivar o espírito empreendedor e dar orientação para geração de novos negócios no futuro, o Sebrae lançou nesta semana em todo o País o curso Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP), que pretende capacitar 94 mil professores e atender 317 mil alunos de 1,9 mil escolas em todo o Brasil.

Voltado para alunos do Ensino Fundamental, de 6 a 14 anos, os cursos incentivam o empreendedorismo e, no futuro, iniciativas na busca de inserção no mercado de trabalho. A ideia é que nos primeiros anos, os alunos aprendam por meio de oficinas lúdicas noções sobre plano de negócios, para depois partirem para temas tranversais, como cultura da cooperação e da inovação, ecossustentabilidade, ética e cidadania.

No total, são nove cursos, um para cada ano do Ensino Fundamental, que poderão ser aplicados dentro das disciplinas curriculares ou em atividades extracurriculares, a critério da escola.

Segundo o diretor-técnico do Sebrae, a intenção é fomentar o empreendedorismo na juventude brasileira, uma vez que hoje no Brasil já surgem mais empreendedores por oportunidade do que por necessidade. “Queremos desenvolver a cultura empreendedora para que no futuro os jovens de hoje possam ter a opção de abrir o próprio negócio ou incorporar os atributos do empreendedorismo no seu dia a dia profissional nas empresas”, diz.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

Para a implantação do JEPP, o Sebrae firmará parcerias com as secretarias de educação dos estados ou municípios, no caso de instituições públicas, ou direto com as instituições privadas. O objetivo é que os cursos comecem a ser aplicados nos estados em março de 2012.

Desenvolvido desde 2002 em São Paulo, o curso já capacitou oito mil professores e atendeu a 200 mil alunos de 102 municípios no estado. No Rio de Janeiro, cinco escolas aplicam os cursos em salas de aula. Em Paraíba do Sul, município a 123 quilômetros da capital fluminense, os professores foram capacitados em abril deste ano e os alunos vão fazer apresentações de seus trabalhos ainda em 2011.

Tudo o que sabemos sobre:
Sebrae

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.