Monica Bento/Estadão
Monica Bento/Estadão

Salários sobem mais nas pequenas empresas do que entre grandes e médias

Rendimentos subiram 33% entre 2002 e 2012; avanço entre grandes e médias ficou em 22% no período

Estadão PME,

18 de março de 2014 | 11h19

Os salários pagos pelos pequenos negócios apresentaram um aumento real acima ao registrado pelas médias e grandes corporações no Brasil, entre 2002 e 2012. Enquanto os rendimentos provenientes das empresas de maior porte tiveram um reajuste, já descontada a inflação, de 22% no periodo, os trabalhadores provenientes dos pequenos empreendimentos alcançaram um aumento salaria médio de 33%.

Os números constam de um levantamento divulgado nesta terça-feira, 18, pelo Sebrae, em parceria com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

A diferença salarial entre os empregados de pequenos negócios - aqueles que faturam até R$ 3,6 milhões por ano – e companhias de maior porte caiu para o menor nível desde o início da pesquisa, em 1999.

“Um trabalhador de micro ou pequena empresa ganha 38% menos que o funcionário de uma média ou grande companhia. Embora ainda significativa, a diferença salarial era de 44% e vem caindo ano a ano”, destaca o presidente do Sebrae, Luiz Barretto.

Na avaliação por setores, o salário real médio do Comércio apresentou um aumento de 37%, superando os setores de Construção Civil (35%), Indústria (32%) e de Serviços (28%).

O estudo mostrou ainda que o número de vagas formais nos pequenos negócios teve um crescimento de 70% entre os anos de 2002 e 2012, passando de 9,5 milhões postos de trabalho para 16,2 milhões. As empresas de micro e pequeno porte são 99% do volume total de Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) no país e já são 8,3 milhões de empreendimentos. Eles são responsáveis por mais da metade do total de empregos e cerca de 40% da massa salarial brasileira.

Tudo o que sabemos sobre:
SEbraeDieesePMEEmpreendedorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.