Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Quer se tornar um Breja Boy? Custa R$ 30 mil

Disque Gelada muda de nome, passa a oferecer o licenciamento da marca e prevê expansão por franquias

DANIEL FERNANDES, ESTADÃO PME,

14 de fevereiro de 2013 | 10h50

 No ano passado, um grupo de jovens ganhou destaque ao criar um delivery diferente. O Disque Gelada entregava aos consumidores cervejas geladas - o inusitado ficava por conta do entregador, que aparecia na porta da casa do cliente vestido de super-herói (com capa e tudo!). Agora, os criadores do Disque Gelada decidiram mudar de nome - a empresa se chama Breja Boy e essa é uma pequena parte da estratégia de crescimento do empreendimento.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

O negócio inaugura nesta quinta-feira, dia 14 de fevereiro, a primeira unidade licenciada da marca. A filial vai atender a cidade de São Bernardo do Campo, no ABC paulista. Em breve, outro delivery será inaugurado no bairro do Morumbi, zona sul de São Paulo.

E se você ficou interessado em tornar-se um super-herói - ou melhor, um licenciado - saiba que o capital inicial necessário é de R$ 30 mil. Você ainda precisará desembolsar uma taxa mensal de R$ 1 mil aos criadores do negócio. "Qualquer pessoa pode nos procurar, mas estamos dando preferência para São Paulo. Mas não descartamos outros estados, inclusive temos uma negociação forte em andamento em Belo Horizonte", afirma Adriano Lima, um dos fundadores da empresa.

Para abrir uma unidade licenciada será preciso, ainda, dispor de um ponto comercial de aproximadamente 50 metros quadrados - não há atendimento ao público no balcão.

Mudança de nome

Adriano explica que a mudança do nome ocorreu por dois motivos. "Apesar da repercussão que tivemos no início, percebemos que o nome confundia as pessoas. Tínhamos um nome de serviço, como um disque-pizza. Mas nenhuma pizzaria se chama disque-pizza", afirmou o empreendedor.

Além disso, a mudança surgiu como uma necessidade diante da concorrência. "Ficamos chateados porque alguns concorrentes se aproveitaram do nosso nome (atendiam como se fosse o Disque Gelada)."

A opção de expansão por franquias também está nos planos da empresa. "Mas preciso ter um poder de transferir know-how que ainda não tenho, mas para não perder o timing, optamos pelo licenciamento", finaliza Adriano.

::: Leia também :::

Como funciona o delivery de cerveja

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.