Man on Wire é um dos filmes que todo empreendedor deve assistir
Man on Wire é um dos filmes que todo empreendedor deve assistir

Quatro filmes que todo empreendedor deve assistir

Empresário aponta filmes que causaram reflexão; documentário sobre Steve Jobs é um deles

Estadão PME,

30 de janeiro de 2015 | 07h12

Quando o assunto é inspiração para negócios, os livros sobre empreendedorismo sempre se destacam para quem deseja refletir sobre investimentos ou deseja mudar de vida radicalmente, investindo em outra área de atuação. Porém, alguns filmes podem provocar reflexões igualmente importantes e impactar a construção da ideia de sucesso de cada um. O co-fundador da Sagework, Brian Hamilton, listou para o portal Entrepreneur os quatro filmes que mais marcaram sua vida enquanto empreendedor. Confira a lista.

::: Saiba tudo sobre :::

Mercado de franquias

O futuro das startups

Grandes empresários

Minha história

1. Steve Jobs: The Lost Interview

É um documentário é de grande ajuda para quem está interessado em começar um negócio relacionado a tecnologia, mas também traz lições importantes para empreendedores em geral. A beleza deste filme está na sua simplicidade. Chamar o filme de documentário é uma licença poética, é melhor descreve-lo como uma conversa de uma hora e meia com Steve Jobs.

O empresário tende a ser uma figura controversa, a ponto de uma simples menção ao seu nome causar reações diversas. No filme, ele fala tranquilamente sobre boatos a respeito de sua história, sobre filosofia e elementos necessárias para começar e expandir uma empresa de sucesso. Por mais que pareça óbvio, Jobs apresenta uma habilidade pouco usual para explicar tudo de forma clara e, por fim, a entrevista também atua como um estudo do personagem que conduziu a Apple.

2. Tucker: The Man and His Dream

Neste filme, Jeff Bridges interpreta Preston Tucker, um fabricante de carros dos anos 1940. Dirigido por Francis Ford Coppola, é menos um documentário e mais um tradicional roteiro de Hollywood. Por mais que se trate de uma história eletrizante, o filme pode soar um pouco deprimentemente, pois retrata as lutas que Tucker enfrentou na tentativa de competir com os gigantes do automóvel em Detroit. De certa forma, pode transmitir a essência de como é sonhar e começar uma empresa.

3. Startup.Com

Trata-se de um documentário sobre a govWorks, uma startup que não deu certo. Os cineastas tiveram acesso a uma quantidade surpreendente de informações sobre a empresa e os seus dirigentes, e fornecem uma perspectiva da ascensão meteórica e a queda abrupta da empresa.

O filme retrata a liderança da empresa mais preocupada com detalhes desnecessários em vez de elementos substanciais, a antítese dos trabalhos de Steve Jobs retratados em 'The Lost Interview'. Podemos ver os fundadores captando enormes somas de dinheiro enquanto se aproximam de personalidades como Bill Clinton. Ao mesmo tempo, bem debaixo de seus narizes, está tudo desmoronando. Qualquer empresário experiente vai simpatizar com a estupidez dos empresários - desde que tenham cometido erros semelhantes - o que pode provocar uma sensação de autorreflexão e humildade. Para empresários em desenvolvimento, é possível aprender com os erros cometidos pelos protagonistas do filme.

4. Man on Wire

No Brasil chamado de "O Equilibrista", 'Man on Wire' conta a história de Philippe Petit, um artista francês que decidiu elevar seu desafio de vida a uma escala extraordinia: caminhar de uma torre a outra do World Trade Center sobre um cabo de aço.

A história retrata os planos dos envolvidos para conseguir esta proeza altamente ilegal e não autorizada no início dos anos 1970. Qualquer pessoa razoável podia ver a ausência de lógica do projeto de Petit. Mesmo quando ele tenta descrever a motivação por trás de andar entre as duas torres, parece simplesmente um capricho. 

De certa forma, começar um negócio carrega uma mentalidade semelhante. Como empreendedor, há uma ideia que deve ser concretizada,  mesmo que não faça sentido para mais ninguém. É reconfortante saber que há outros por aí que compartilham o mesmo de instinto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.