Monica Zarattini/AE
Monica Zarattini/AE

Projeto vai capacitar taxistas para qualificar atendimento a turistas

De olho na Copa do Mundo e nas Olimpíadas, projeto capacitará profissionais de todo o País em idiomas e gestão

Estadão PME,

04 de novembro de 2011 | 18h46

 Motoristas de táxi de todo o País poderão se qualificar em idioma estrangeiro, gestão e empreendedorismo para atender os  turistas que virão ao Brasil assistir aos jogos da Copa do Mundo de 2014.  Cerca de 80 mil profissionais serão beneficiados com a capacitação. O projeto, chamado  Taxista Nota 10,  trata-se de uma iniciativa do Sebrae em parceria com a Confederação Nacional do Transporte (CNT), Serviço Social do Transporte (Sest) e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat) e será lançado na próxima segunda-feira (7).

“É uma oportunidade para que os taxistas possam oferecer um serviço diferenciado, de melhor qualidade, que satisfaça o turista estrangeiro, para que ele volte outras vezes e recomende nosso país como destino interessante”, diz o diretor-técnico do Sebrae, Carlos Alberto dos Santos.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

O Taxista Nota 10 contempla duas ações: a capacitação desses profissionais em inglês e espanhol e 15 edições do Jornal Taxista Nota 10, que vão abordar, entre outros temas, gestão e empreendedorismo. Os cursos de línguas estrangeiras têm duração de 120 horas e vocabulário personalizado, adaptado à linguagem e ao dia-a-dia do taxista.

Como participar

As inscrições nos cursos poderão ser feitas gratuitamente nas unidades do Sest, Senat e Sebrae em todo o Brasil, a partir da próxima segunda. Também poderão ser feitas por meio das centrais de atendimento do Sebrae (0800 570 0800) e do Sistema CNT (0800 728 2891).

Os inscritos receberão material didático. O curso terá duração de um ano, a contar do início de cada turma. O certificado de conclusão será enviado pelos Correios, após uma avaliação escrita, agendada e realizada na unidade do Sest ou do Senat mais próxima da residência do taxista.

Além dos cursos de línguas, os profissionais receberão informações sobre diversos temas por meio de um jornal que terá  versão impressa e eletrônica. A publicação vai abordar assuntos como empreendedorismo, turismo e hospitalidade, gestão financeira, administração do tempo, marketing pessoal, legislação, direção defensiva, condução econômica e primeiros socorros. ::: LEIA TAMBÉM :::

:: Aberta a temporada de contratos para Copa do Mundo de 2014 ::

:: Estrangeiro gastará, em média, R$ 11,4 mil durante viagem da Copa ::

:: Copa vai gerar mais de 400 oportunidades em São Paulo ::

:: Copa 2014 deve gerar 8 milhões de viagens pelo Brasil ::

:: Copa vai movimentar R$ 10 bilhões em negócios no Estado ::

Tudo o que sabemos sobre:
CapacitaçãoCursoTáxiCopa do Mundo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.