Prado (esq.) e Krausz lançaram serviço com mensalidades a partir de R$ 3 mil
Prado (esq.) e Krausz lançaram serviço com mensalidades a partir de R$ 3 mil

Produtora quer faturar R$ 1 milhão com oferta de rádio customizada para PMEs

Empresa lançada há 10 anos acredita na demanda de varejistas, associações e até transportadoras por conteúdo especial e oferecido 24h via streaming

Renato Jakitas, O Estado de S. Paulo,

29 de abril de 2015 | 07h02

Depois de dez anos martelando o mercado de podcasts e de rádios online para médias e grandes empresas, a paulistana Som S/A resolveu investir na criação de conteúdos para pequenos negócios.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

O custo parte de R$ 3 mil ao mês e o negócio aposta na demanda de associações, varejistas e transportadoras por conteúdo customizado via streaming.

A ideia é produzir rádios ao estilo das emissoras que ocupam a faixa FM, com forte programação musical e conteúdos de 30 segundos a 1 minuto a cada meia hora. “O cliente vai nos enviar o material, a gente transforma em texto de rádio e grava por aqui. O conteúdo tem desde mensagens para a equipe de venda até uma promoção, uma informação para funcionários”, afirma Zeca Almeida Prado, que administra a empresa ao lado dos sócios Alexandre Gutiérrez e Ernesto Krausz.

Com o novo serviço, a empresa espera diminuir a dependência de grandes projetos, amortizando o impacto de um cancelamento de contrato, como aconteceu no ano passado. Na época, isso reduziu em quase R$ 24 mil o faturamento (no ano passado, a Som S/A registrou receita bruta de R$ 801 mil, ante R$ 825 mil em 2013). A meta, agora, é chegar a dezembro deste ano com R$ 1 milhão faturados.

A hospedagem das rádios, com programação 24 horas, fica em servidores contratados pela empresa no Brasil e Suíça. “O cliente recebe um link com o endereço da rádio na web e pode colocá-lo no site dele ou nos aplicativos que ele mantém”, afirma Ernesto Krausz.


Tudo o que sabemos sobre:
Rádio customizadaprodutoraoferta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.