Clayton de Souza/Estadão
Clayton de Souza/Estadão

Problema para os pequenos empresários: faltam 6 mil pizzaiolos na Itália, aponta estudo divulgado

Falta de mão de obra também ocorre no Brasil, mas chama a atenção na Itália por conta da crise que vive o país

ESTADÃO PME,

29 de abril de 2013 | 15h00

 Um problema dos pequenos empreendedores donos de pizzarias no Brasil, a falta de mão de obra especializada, atinge também os donos desse tipo de restaurante na Itália - o berço das redondas, diga-se. Mas na Europa, além da qualidade, o problema parece ser de quantidade.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + :: 

De acordo com estudo feito por uma entidade que representa empresários naquele país, a Fipe, faltam 6 mil pizzaiolos na Itália. A notícia causou surpresa e foi publicada pelo The Telegraph após repercutir em diversos meios de comunicação italianos como a rede de televisão RAI e o jornal Corriere Della Sera.

Apesar do país viver uma crise econômica, o que provoca desemprego em toda a Itália, os pizzaiolos nascidos no país estariam abrindo mão do emprego na área por conta das longas jornadas e da baixa remuneração.

Brasil. Tanto na Itália como em outros países com tradição na produção das redondas, o pizzaiolo é talvez a peça central para obter eficiência no mercado - e obter com isso destaque dos concorrentes e lucro. De acordo com Adri Vicente Junior, da Food Service Company, "o empresário tem de pensar que o pizzaiolo de uma casa profissionalizada demora menos de dez minutos para fazer uma pizza, enquanto outro profissional, de um estabelecimento de fundo de quintal, de 13 a 15 minutos".

Tudo o que sabemos sobre:
ITáliapizzapizzaiolo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.