Mônica Bento/AE
Mônica Bento/AE

Preços do varejo em SP subiram 0,10% em outubro

Apesar da alta, resultado ficou abaixo do apurado em setembro, quando o índice teve alta de 0,31%

Agência Estado,

05 de dezembro de 2011 | 16h44

 Os preços do comércio para o consumidor paulistano voltaram subir em outubro, mas a alta de 0,10%, segundo o Índice de Preços no Varejo (IPV) apurado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP), ficou bem abaixo do 0,31% apurado em setembro. No ano, já considerando outubro, os preços na capital paulista acumulam alta de 2,82%. Nos últimos 12 meses, a elevação é de 4,27%.

O grupo Açougues sofreu um reajuste de 1,37% em outubro, de acordo com o levantamento da Fecomercio. Todos os produtos que fazem parte deste grupo tiveram seus preços ajustados para cima. Os preços das aves subiram, em média, 1,97%; carnes bovinas, 1,29%; e carnes suínas, 0,89%. Mas no ano o segmento tem queda de 6,04%. O excesso de oferta e a redução nas exportações estão por trás desta queda dos preços do grupo Açougues no ano.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

Os preços dos produtos vendidos nas padarias subiram 0,60% em outubro. No ano a alta acumulada é de 6,12% e em 12 meses, de 8,07%. O grupo Supermercados teve seus preços elevados em 0,57% em outubro, ante 0,69% em setembro. As maiores altas foram localizadas nos preços de pescados (3,57%), cafés e chás (1,68%) e óleos (1,43%). O setor de Móveis e Decorações teve seus preços aumentados em 0,51% em outubro.

O grupo Veículos registrou redução de preços da ordem de 0,68% em outubro. O segmento também registra deflação de 1,33% no ano e queda de 1,86% no acumulado de 12 meses. Também registrou queda em outubro, de 0,56%, o grupo Vestuário, Tecidos e Calçados.

Tudo o que sabemos sobre:
VarejoEconomia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.