Reprodução
Reprodução

Prato para falar com cachorro faz sucesso nos Estados Unidos

Conheça exemplos de quem está começando no Brasil e nos Estados Unidos

Renato Jakitas, Estadão PME,

30 de abril de 2014 | 12h55

Para dar certo, uma startup precisa de uma boa ideia e um produto ou serviço que resolva algum problema das pessoas. Pelo menos é essa a orientação de especialistas do ramo. E se o mercado em que essas empresas novas pretendem atuar for grande, melhor ainda. Conheça dois casos de quem está começando.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Dois empresários do segmento de e-commerce querem faturar com o negócio de fretamento de motos, um ramo que somente em São Paulo reúne 200 mil mensageiros, segundo dados do sindicato da categoria, o Sindimoto.

Batizado de Rappido, o negócio já surge com aporte de R$ 5 milhões da Movile, empresa que atua com aplicativos para celulares.

Na plataforma, o usuário coloca as informações da entrega e a solicitação segue para o mensageiro. O aplicativo informa valor e o tempo da operação.

Nos Estados Unidos, Alex Stone e sua mulher, Marissa McDaniel, trabalham em período integral e, por isso, enfrentavam problemas com seus cães, que não comiam enquanto eles não voltavam para casa.

Bom, isso até que o casal resolvesse pensar em uma solução. Eles acabaram de lançar um produto que faz sucesso no país: um prato eletrônico com seis compartimentos para comida, entre sólidos, líquidos e guloseimas, que pode ser totalmente controlado pelo smartphone.

Chamado Feed & Go, ele ainda reproduz uma mensagem gravada pelos donos encorajando o animal a comer.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.