Robson Fernandjes/AE
Robson Fernandjes/AE

Porcentual de cheques devolvidos em São Paulo é o menor do País durante o mês de janeiro

Mesmo assim, pequeno empresário deve estar atento para evitar que o calote prejudique seus negócios

ESTADÃO PME,

08 de fevereiro de 2012 | 08h46

Boa notícia para os pequenos e médios empresários, principalmente do comércio, que atuam em São Paulo. O Estado registrou o menor porcentual de cheques devolvidos do País em janeiro deste ano. 1,45% dos cheques emitidos foram devolvidos. Na liderança do ranking está Roraima: 14,61% dos cheques assinados no primeiro mês do ano foram devolvidos.

::: Siga o Estadão PME :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + :: 

A média de todo o País indica que foram devolvidos 1,93% dos cheques emitidos. O porcentual, segundo o levantamento feito pela Serasa Experian, é menor que o 1,99% de devolução verificado em dezembro. Mas é maior que o 1,70% de janeiro do ano passado.

:: Os cinco estados onde o calote é maior ::

Roraima - 14,61% dos cheques são devolvidos

Acre - 12,05% de cheques devolvidos

Amapá - 10,18%

Sergipe - 6,83%

Maranhão - 6,60%

:: Os cinco estados onde o calote é menor ::

Mato Grosso do Sul - 1,74% de cheques devolvidos

Amazonas - 1,69%

Santa Catarina - 1,63%

Rio de Janeiro - 1,60%

São Paulo - 1,45%

Para os técnicos da instituição, os dados indicam também um menor consumo no início do ano, em razão das compras realizadas no Natal, além dos pagamentos agendados de impostos (IPTU e IPVA) e das despesas escolares.

O pequeno comerciante que lida dirariamente com o recebimento de cheques deve tomar algumas precauções para evitar calotes, que certamente comprometem o lucro mensal do seu empreendimento.

Uma das saídas menos onerosas ao pequeno empresário é manter um cadastro - atualizado - dos clientes que ainda emitem cheques em suas compras. Esse cadastro deve conter o nome completo, endereço e dados da carteira de identidade ou CPF do consumidor. Ter o número de telefone e o endereço para contato com o cliente também são informações indispensáveis neste cadastro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.