Daniel Teixeira/AE
Daniel Teixeira/AE

Petshop lança Kit que "ensina" o animal a fazer xixi em lugares apropriados

Produtos também podem ser usados para evitar que móveis sejam arranhados ou mordidos

Estadão PME,

14 de maio de 2012 | 18h10

 Donos de cães  podem ficar aliviados: já é possível encontrar no mercado um kit de dois produtos que prometem impedir que o animal faça suas necessidades em locais inapropriados. Trata-se do Kit Tira Teima, uma combinação de um eliminador biológico de odores e um repelente que inibe o retorno do bichinho ao local batizado — eles usam a urina para marcar seu território e retornam no mesmo local para aliviar a bexiga.

:: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Lançado pela Petmais, o kit, à venda por cerca de R$ 25, pretende resolver um dos grandes inconvenientes para donos de animais em dois passos. No primeiro deles, é o usado o "Tira Teima Remove" para extrair biologicamente todos os odores da urina do pet. A quebra do ciclo de fazer xixi no lugar errado se dá porque o produto é composto por uma solução de microorganismos que consomem toda a matéria orgânica responsável pelo mau cheiro. Isso faz com o que o cão não identifique mais seu cheiro e perca o interesse pela área.

O segundo passo é aplicar o 'Tira Teima Ensina', sem as marcações do animal, para repelir e fazer com que os pets não utilizem o local novamente. Em sua fórmula, o produto possui odores que devido ao olfato apurado dos bichinhos se tornam extremamente desagradáveis, porém imperceptíveis aos humanos. Essa segunda etapa também pode ser usada para inibir o hábito de roer ou arranhar móveis.

De acordo com a Petmais, o kit Tira Teima não danifica ou mancha os locais de aplicação e, principalmente, não agride e nem prejudica o animal e o meio ambiente. 

Tudo o que sabemos sobre:
InovaçãoEconomia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.