Daniel Teixeira/AE
Daniel Teixeira/AE

Perspectiva do crédido ao consumidor recua 0,2% em agosto

Essa foi a primeira queda do indicador da Serasa Experian após sete meses consecutivos de variações mensais positivas ou estáveis

Agência Estado,

03 de outubro de 2011 | 16h35

O Indicador Serasa Experian de Perspectiva do Crédito ao Consumidor recuou 0,2% em agosto, atingindo o patamar de 101. Foi a primeira queda após sete meses consecutivos de variações mensais positivas ou estáveis.

De acordo com a Serasa, apesar disso, o indicador ainda prevalece acima do nível 100, sinalizando que o crédito ao consumidor deverá continuar crescendo ao longo dos próximos meses, ainda que numa taxa menos acelerada que a observada em 2010.

"As perspectivas de normalização, a partir do final deste ano, das altas dos níveis de inadimplemento das pessoas físicas e a inauguração de um novo ciclo de relaxamento monetário (redução da taxa Selic), contribuirão para manter em rota de crescimento sustentável o ritmo de concessões de crédito aos consumidores", afirmam os economistas da Serasa Experian.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

O Indicador Serasa Experian de Perspectiva do Crédito para as Empresas recuou 0,4% em agosto de 2011, a nona queda mensal consecutiva, atingindo o valor de 99,4. "Como pela sua metodologia de construção, o indicador tem a propriedade de antever os movimentos cíclicos da concessão de crédito com seis meses de antecedência, a atual trajetória de queda do indicador sinaliza que o processo de desaceleração das concessões de crédito às empresas ainda predominará no curto prazo", avaliam os economistas.

De acordo com a Serasa Experian, o cenário de crescimento mais moderado da economia brasileira, especialmente durante o segundo semestre deste ano, o enfraquecimento das economias mundiais, reduzindo a demanda por exportações, continuarão impactando negativamente o apetite por crédito das empresas, que tenderá a crescer mais lentamente ao longo dos próximos meses. 

Tudo o que sabemos sobre:
CréditoConsumoConsumidor

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.