Divulgação
Divulgação

Pequenos empresários são os que mais assinam carteira no Brasil, segundo OIT

Micro e pequenas empresas respondem por 51,6% dos empregos formais; relatório aponta melhorias nas condições de trabalho e no nível de escolaridade do brasileiro

Estadão PME,

25 de julho de 2012 | 12h36

Um relatório sobre o emprego no Brasil publicado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), aponta as micro e pequenas empresas responsáveis por pouco mais da metade dos postos com carteira assinada no País.

Segundo levantamento da instituição, as MPEs – que representam 99% das empresas locais –, respondem por 51,6% dos empregos privados não agrícolas formais e, aproximadamente, 40% do montante salarial movimentado no Brasil.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Os pesquisadores da OIT levaram em consideração dados de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para a análise.

Grandes e médias. As empresas de médio e de grande porte, por sua vez, impactaram com 48,4% do contingente total de empregos privados não agrícolas. Em 2010, elas computavam 59,6 mil estabelecimentos no Brasil.

Entre outros pontos, o relatório da OIT também destacou o avanço nas condições de trabalho no Brasil nos últimos anos, assim como a média de escolaridade do trabalhador.

Entre 2004 e 2009, cresceu de 7,3 para 8,2 anos a média de anos de estudo da população ocupada. Entretanto, apenas no Distrito Federal essa média ultrapassava o patamar 10 anos (10,3 anos). Em 15 das 27 unidades federativas, essa cifra nem sequer alcançava os oito anos de estudo, que corresponde ao ensino fundamental completo.

A íntegra do relatório está disponível na página da OIT.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.