Divulgação
Divulgação

Pequenas empresas crescem 10,3% em maio no estado de SP

Pesquisa do Sebrae-SP aponta para alta 10,3% no faturamento do setor frente o mesmo período em 2011

Renato Jakitas, Estadão PME,

04 de julho de 2012 | 12h19

Em meio a notícias pouco animadoras no cenário econômico do Brasil e do mundo, o Sebrae-SP divulgou nesta quarta-feira uma pesquisa que quebra com a rotina. De acordo com o levantamento, o faturamento das micro e pequenas empresas do Estado de São Paulo em maio foi 10,3% maior do que o mesmo mês de 2011. Em relação ao mês de abril, o aumento foi de 5,8%.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

De acordo com Pedro Gonçalves, consultor do Sebrae-SP, a evolução favorável do emprego e da renda na economia contribuiu para o resultado. “A inflação sob controle e o reajuste do salário mínimo estão entre os fatores que contribuíram para essa evolução favorável”, explica.

A pesquisa, que ouviu por telefone 2.700 empresários, apontou crescimento em todos os setores. O segmento de serviços é quem puxa a fila da evolução, com alta de 14,7% em relação a maio de 2011. Em segundo lugar vem a indústria (11,5%), seguida pelo comércio (6,9%).

Para Bruno Caetano, diretor-superintendente do Sebrae-SP, as vendas para o Dia das Mães contribuíram para o resultado. O período, diz, “representou um acréscimo de R$ 2,4 bilhões na receita das MPEs".

Quanto às expectativas dos empresários, em junho de 2012, 54% deles acreditam em manutenção na receita da empresa. Proporção parecida, 55%, espera pela manutenção no nível de atividade da economia brasileira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.