Pequena empresa se especializa em consultoria online para bandas musicais iniciantes

Pequena empresa se especializa em consultoria online para bandas musicais iniciantes

Plataforma faz a ponte entre artistas iniciantes e produtores experientes

Natália peixoto, estadão pme,

04 de abril de 2012 | 06h20

Desde que o compartilhamento de canções se popularizou pela internet, o mercado da música não é mais o mesmo. As bandas, cantores e artistas em geral não investem mais em grandes lançamentos de CDs, pois agora o que mais rende dinheiro são os shows. Ter destaque nessa nova realidade ficou ainda mais difícil para quem quer aparecer no mercado.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google+ ::

Foi de olho em reaquecer o mercado das revelações que os sócios Rodrigo Cunha e Marcel Matsuda tiveram a ideia de fundar o Dreamusic, uma espécie de consultoria online de artistas e produtores para as novas bandas brasileiras. “Somos uma ponte entre as bandas independentes que querem se projetar e outros profissionais que trabalham com música, como produtores”, diz Matsuda.

Funciona assim: a banda se cadastra no site e escolhe um plano de pagamento, que pode ser de R$ 50, R$ 250 e R$ 500. Com os créditos comprados, o próximo passo é escolher de quem, entre os consultores parceiros, os artistas querem a opinião. “As bandas podem escolher entre os consultores de acordo com o gênero em que se classificam”, explica Matsuda.

A crítica, que pode ter foco em questões específicas como guitarra, baixo ou timbre, é entregue reservadamente em forma de vídeo para a banda, que decide ou não torná-la pública no site e em suas redes sociais. Cada consultor tem um preço e um limite de resenhas para fazer, tudo estipulado pelo próprio profissional, em acordo com a administração do site.

O site foi lançado originalmente em 2011, mas sem sucesso. “Passamos um ano identificando pontos que estavam ruins e colaboraram com a derrota”, conta Matsuda. Nessa nova etapa, o projeto conta com o apoio de Ivo Ferreira de Souza Neto para cuidar do portal e trazer mais consultores para equipe, passo muito importante para o crescimento do site. Os organizadores têm uma participação pequena sobre cada consulta e pretendem aumentar o volume de resenhas para manter financeiramente o site.

Consultores e bandas

“O que o pessoal mais quer é que a gente escute a faixa e veja se ela tem potencial para ser a música de trabalho, que é o cartão de visitas da banda”, explica Rúlio Salinas, produtor musical que oferece seus conselhos no site. Salinas fala com a autoridade de quem ajudou a lançar a banda Hori e acompanhou o seu vocalista, Fiuk, no início de sua carreira solo. “Eu estou trabalhando com o intuito de fazer um diagnóstico da situação do artista, dar um remédio para deficiência e voltar a vê-lo de 60 a 90 dias para ver como é que está, se melhorou”, conta.

Para Diether de Werk, um dos vocalistas da banda The Wallies, receber a resenha em forma de vídeo dá sensação de proximidade com o especialista. A banda de Guarulhos especializada em músicas folk dos anos 1920, conheceu o site pelo facebook. Para a primeira crítica, seus integrantes escolheram Paulão de Carvalho, gaita e voz da veterana banda de rock Velhas Virgens. Werk ficou  surpreso com a qualidade do comentário, que foi além da música. “A parte mais legal da avaliação foi que ele procurou saber tudo sobre a banda, passando pelo nome e nossos vídeos no youtube”.

Werk acredita que o site percebeu que as bandas estão precisando de um serviço como o do Dreamusic. “Hoje em dia é muito difícil conseguir contato com alguém que já conquistou um espaço no mercado musical e essa é forma mais rápida de conseguir mostrar sua música para quem você admira e ter a certeza que vai ser respondido”, diz.

Tudo o que sabemos sobre:
inovaçãomúsicabandamercado musical

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.