Divulgação
Divulgação

Pequena empresa deve trabalhar sua imagem e marca, não seus produtos no Pinterest

Site pode ser (mais uma) ferramenta para ajudar o pequeno empresário a ter relevânvia na internet

ESTADÃO PME,

17 de maio de 2012 | 17h35

 Você conhece o Pinterest? Não? É bom conhecer. Esta nova rede social - ancorada em imagens assim como o Facebook, mas cujo conceito é completamente diferente da plataforma criada por Mark Zuckerberg - tem tudo para auxiliar pequenas empresas.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

O Pinterest tem atualmente 11,7 milhões de visitantes únicos no mês em média. Mas o principal diferencial desta plataforma é o engajamento: há dados que indicam que as pessoas ficam cerca de 89 minutos compartilhando, postando, enfim, interagindo com outros usuários. E isso não é pouca coisa.

Mas para usar a rede a seu favor, o pequeno empresário deve saber que o Pinterest não é um local para você publicar imagens e informações dos seus produtos - ele deve ser usado, analisam especialistas, para você mostrar o estilo da sua empresa, naquilo que ela acredita. Em outras palavras: promova a imagem do seu empreendimento, não os seus produtos.

Mas e para conseguir seguidores? Aqui, a estratégia a ser adotada pelo empreendimento não é diferente daquela usada em outras redes sociais: você terá relevância a medida que usar a rede: quanto maior o seu engajamento, quanto mais usuários você seguir, maior será sua exposição também.

Tudo o que sabemos sobre:
FranquiaFranquiasFacebookTwitter

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.