Evelson de Freitas/Estadão
Evelson de Freitas/Estadão

Participe do próximo Encontro PME com Lindolfo Martin, fundador da Multicoisas

Envie um e-mail para pme@estadao.com com uma pergunta que você gostaria de fazer

ESTADÃO PME,

23 de novembro de 2012 | 12h30

A origem da rede de varejo Multicoisas foi uma loja de materiais de construção, localizada em Mato Grosso do Sul, chamada Multicasa. A percepção dos fundadores Lindolfo e Elza Martin pela demanda por peças e ferramentas para pequenos reparos resultou na criação da Multicoisas, que abandonou o atendimento convencional de 'balcão' para oferecer a conveniência do autosserviço com orientação personalizada.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

A Multicoisas foi criada em 1984. Hoje, 28 anos depois, a rede espera fechar o ano com 170 lojas distribuídas em 19 estados e no Distrito Federal. Quem for a uma loja Multicoisas vai encontrar um mix de mais de 3 mil itens, desde parafusos e buchas até acessórios de informática, passando por pilhas, adaptadores, artigos para cozinha, banheiro, ferramentas, eletroportáteis, peças hidráulicas e de iluminação. A rede se expande por meio do sistema de franquias e recebe, em média, por mês, mais de 300 contatos de empreendedores interessados.

Encontro

Para falar sobre sua história, os segredos do sucesso da empresa e as estratégias adotadas para crescer e competir com grandes concorrentes, Lindolfo Martin vai participar da próxima edição do Encontro PME. Ele responderá perguntas de pequenos empresários na sede do Estadão (Avenida Engenheiro Caetano Álvares, 55, zona norte de São Paulo), no dia 5 de dezembro, a partir das 9 horas.

Quer participar do evento? Então envie um e-mail para pme@estadao.com com uma pergunta que você gostaria de fazer. Os internautas que enviarem as melhores questões terão a oportunidade de participar do evento no Grupo Estado. É fundamental informar seu nome e um telefone de contato para concorrer. Garanta já sua participação! 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.