Clayton de Souza/AE
Clayton de Souza/AE

Participe do próximo Encontro PME com Caito Maia, fundador da Chilli Beans

Envie um e-mail para pme@estadao.com com uma pergunta que você gostaria de fazer

ESTADÃO PME,

09 de outubro de 2012 | 17h24

O empresário Caito Maia foi estudar música nos Estados Unidos no fim dos anos 90, mas começou a vender óculos que comprava na Califórnia para complementar seu orçamento. O negócio, que começou pequeno, foi ganhando força até se tornar mais lucrativo que a música. Esse foi o início da Chilli Beans, a maior rede sul-americana especializada em óculos escuros.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Atualmente, a rede tem 430 lojas em todo o Brasil, além de pontos de venda em Portugal, Estados Unidos, Angola e Colômbia. No início, o empresário vendeu óculos no atacado, para distribuição em multimarcas. Mas após levar um calote, Maia se decepcionou com um modelo de negócio que não tinha controle da operação. A solução foi investir na própria marca e a primeira loja foi lançada em 1998, na Galeria Ouro Fino, em São Paulo.

Encontro

Para falar sobre sua história, os segredos do sucesso da empresa e as estratégias adotadas para crescer e competir com grandes concorrentes, Caito Maia vai participar da próxima edição do Encontro PME. Ele responderá perguntas de pequenos empresários na sede do Estadão (Avenida Engenheiro Caetano Álvares, 55, zona norte de São Paulo), no dia 19 de outubro, a partir das 9 horas.

Quer participar do evento? Então envie um e-mail para pme@estadao.com com uma pergunta que você gostaria de fazer. Os internautas que enviarem as melhores questões terão a oportunidade de participar do evento no Grupo Estado. É fundamental informar seu nome e um telefone de contato para concorrer. Garanta já sua participação!

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.