Para a jovem Manoela Meroti, empreender é para qualquer idade

Ganhadora de prêmios de inovação e palestrante da Campus Party aos nove anos, ela foi a primeira convidada da série de conversas sobre o futuro do empreendedorismo promovida pelo Estadão PME

Felipe Tringoni, especial para, O Estado de S.Paulo

04 de dezembro de 2017 | 14h22

Aos nove anos de idade, Manoela Meroti mostra que o futuro do empreendedorismo começa no ensino fundamental. Foi ela a primeira convidada da série de entrevistas ao vivo do Estadão PME que investiga esse tema, com curadoria e participação de Marcelo Nakagawa, professor do Insper.

:: Estadão PME discute o futuro do empreendedorismo ::

Palestrante nas edições da Campus Party em São Paulo e Brasília em 2017, Manoela começou a empreender aos seis, vendendo pulseiras de elástico e quadros pintados a mão para clientes do salão de beleza de sua mãe. Seu objetivo: comprar uma boneca. Desde então, a jovem acumula participações em eventos de inovação e até prêmios por suas ideias. Neste bate-papo, ela e seu pai, Evandro Peixoto, falam sobre o incentivo à inovação desde cedo e da importância da educação empreendedora aliada ao ensino fundamental e ao lazer.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.