País deve pensar primeiro no pequeno empresário, diz Dilma

Presidente volta a defender a criação de um ministério para micro e pequenas empresas

Rafael Moraes Moura, Agência Estado,

09 de agosto de 2011 | 14h22

O Brasil deve pensar primeiro nos pequenos empresários, disse a presidente Dilma Rousseff nesta terça-feira, 9, durante cerimônia no Palácio do Planalto em que foi celebrado acordo entre a Frente Parlamentar Mista das Micro e Pequenas Empresas e o governo federal sobre o aperfeiçoamento da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas.

"Acredito muito numa palavra de ordem, que em alguns países da Europa se utiliza pra enfatizar a importância da pequena empresa, acho que cabe a nós reiterar e adotar no Brasil: ''pense primeiro nos pequenos''", disse a presidente. "Quando pensamos primeiro nos pequenos, pensamos num mundo em que várias pessoas têm oportunidades."

De acordo com a presidente, os grandes e pequenos empresários, os trabalhadores e intelectuais constituem uma "parte relevante" do que no País se denomina "classe média".

Em seu discurso, Dilma voltou a defender a criação de um ministério para micro e pequenas empresas. "Por que enviamos ao Congresso a proposta de criação de um ministério específico? Enviamos essa proposta porque consideramos que a ação do governo nessa direção pode ser uma ação muito mais efetiva", afirmou. 

Tudo o que sabemos sobre:
EconomiaEmpresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.