Tarso Sarraf/AE
Tarso Sarraf/AE

O caminho para inovar nos negócios

Saiba quais são os segmentos com boas perspectivas para inovar e crescer

Carolina Dall'olio, Estadão PME,

25 de julho de 2011 | 20h17

Para um negócio prosperar, seja ele de pequeno ou grande porte, a empresa deve alinhar a inovação às suas práticas. Criar uma cultura inovadora, no entanto, é um desafio para os empreendedores pois a fórmula da inovação é complexa. São necessários profissionais qualificados, com conhecimento técnico apurado; recursos financeiros, tecnológicos e até naturais. É preciso ainda tempo de preparo para lapidar uma idéia para que ela não surja antes de haver demanda e nem tarde demais, quando a solução não encontrar um problema como correspondente.

Os pontos a serem adotados para que uma ação seja, de fato, inovadora e traga resultados à empresa são muitos. No entanto, podem ser almejados e praticados. Há setores no Brasil em que novos projetos encontram um cenário favorável para o seu desenvolvimento. E o melhor: há instituições públicas e privadas com recursos e capacitação disponíveis para quem pretende tirar as idéias do papel.

Oportunidades

As idéias inovadoras que vão vingar no futuro serão aquelas que nascerem em solo fértil e na época adequada para seu desenvolvimento. Selecionamos os segmentos onde o Brasil terá mais condições de prosperar e inovar.

Construção - O crescimento do País, independentemente de o Brasil ter sido escolhido para sediar a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, poderia garantir demanda suficiente para as construtoras.  Os eventos vão alavancar o setor e segmentos como infraestrutura e construção civil estarão em alta. A mudança de cenário abriu espaço para inovações que aceleram as obras, como os tijolos inspirados no brinquedo Lego produzidos pela pequena empresa paulista Tecno Logys.

Eletrônicos -  O mercado de eletrônicos no País fatura US$ 3 bilhões por ano, segundo estimativa da Fecomercio. Mas o setor tem potencial para inovar e crescer ainda mais pois o Brasil reúne uma população jovem e conta com a criatividade e a profissionalização de desenvolvedores de programas. Além disso, negócios com base tecnológica exibem baixo investimento inicial e costumam registrar crescimento rápido se dão certo

Agricultura – A produção agrícola do Brasil tende a aumentar ainda mais e superar as 158 milhões de toneladas produzidas em 2010, segundo dados do IBGE. Com o crescimento contínuo das exportações, alta dos preços das commodities e expansão mundial do consumo de alimentos, o segmento agrícola do País atualmente reúne a conjuntura favorável ao avanço tecnológico sobretudo na biotecnologia, cuja função principal é aprimorar a performance de sementes e solos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.